Mais Acessadas

Trasladação: Luz que reacende a fé em Nossa Senhora

Neste domingo fiéis voltam às ruas para devolver a mãe a seu Santuário


Por: Redação ORM News Em 08 de outubro, 2016 - 23h11 - Círio

Foto: Max Jr./ Portal ORM

Em Belém há uma luz. Não a que vem das velas acesas, que alguns fiéis seguram em oração à Nossa Senhora. Tão pouco dos fogos de artifício que festejaram cada momento de sua jornada nesse final de semana de procissões. Ela é maior, muito maior. É uma nuvem mágica e luminosa, que cobre a capital sempre nessa época do ano. Essa sensação, impossível de explicar, talvez seja o motivo da Trasladação ter ficado conhecida como procissão luminosa. Hoje, não se vê mais tantas pessoas com velas acesas seguindo a Berlinda, nem é preciso. A luz que emana de Nossa Senhora de Nazaré, na forma da Imagem Peregrina, é tão grande que ilumina os lugares por onde ela passa. Os fiéis concordam. 'Compreendemos que é a fé a principal energia. Só de você estar perto de Nossa Senhora, da devoção dos fiéis na corda, já pode sentir toda a força', diz Maura Erse, que acompanha a procissão todos os anos com a irmã Mônica Erse. Este ano elas não levaram velas para a caminhada, mas receberam de promesseiros. 

Para a administradora, Socorro Veiga, 53 anos, não é mais necessário estar com o objeto. Ela diz que, nas procissões, 'Maria já  ilumina o caminho da gente'. Foi assim que, na noite deste sábado (08), mais uma vez, e pelo 224º ano, Nossa Senhora de Nazaré, 'Naza','Nazinha', 'Nazica', alguns dos nomes carinhosos que recebe de seus filhos, iluminou as ruas do centro de Belém.  A luz que dá forças aos milhões de  fiéis para levá-la, por várias horas e quilômetros, os faz esquecer até o cansaço de cinco procissões em apenas um dia. E foram pouco mais de 5  horas de caminhada, entre o Colégio Gentil Bittencourt até a Sé, onde ela amanhece para um novo reencontro, o maior de todos, o Círio de Nazaré. É a hora de devolver a mãe para seu Santuário. Às seis horas os pés retomam o caminho, agora em sentido inverso.

Círio- A missa que antecede a procissão do Círio começa às 5h, sendo celebrada por Dom Alberto Taveira, Arcebispo Metropolitano de Belém, em frente à Igreja da Sé, na Praça Frei Caetano Brandão. A saída da procissão está marcada para às 6h, com previsão de chegada às 12h, na Praça Santuário de Nazaré. Na chegada haverá uma missa, celebrada por Dom Irineu Roman, bispo auxiliar de Belém.