Mais Acessadas

Técnico do Verdão fará mudanças pontuais para Copa do Brasil

Marcelo Oliveira cita Robinho como um dos jogadores que podem ser preservados no duelo de quarta-feira


Por: Lance!Net Em 17 de agosto, 2015 - 09h09 - Copa do Brasil

Marcelo Oliveira terá pouco tempo para treinar a equipe (foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)

Depois de vencer o Flamengo por 4 a 2 e encerrar o primeiro turno do Campeonato Brasileiro em quinto lugar, a dois pontos do G4 e nove do líder, o Palmeiras voltará suas atenções à Copa do Brasil nesta semana. Na quarta-feira, inicia a disputa das oitavas de final contra o Cruzeiro, às 22h, no Allianz Parque, provavelmente com algumas mudanças na equipe titular.

- A Copa do Brasil é muito importante também, um caminho mais curto. Nós pensamos que vamos apostar muito no elenco do Palmeiras. Não vamos mudar o time substancialmente, jogar com outro time, mas pontualmente podemos mudar. Está voltando o Egídio, vamos observar o Robinho, tem outros jogadores com desgaste maior. Podemos trocar e até fazer experiências, porque temos jogadores preparados para jogar - disse o técnico Marcelo Oliveira.

O lateral-esquerdo Egídio, que cumpriu suspensão e foi substituído por Zé Roberto contra o Flamengo, muito provavelmente estará de volta à equipe. O zagueiro Victor Ramos, vetado em função de dores musculares, deve estar disponível novamente e brigará pela vaga que foi de Jackson diante dos rubro-negros. Robinho, que segundo Marcelo Oliveira estava sentindo dores na perna contra o Fla, pode ceder sua vaga a Cleiton Xavier.

Já há dois desfalques certos para o confronto: o zagueiro Leandro Almeida e o atacante Alecsandro, que já defenderam outras equipes na competição. O centroavante foi titular nos últimos dois jogos e agora abre espaço para o paraguaio Lucas Barrios começar jogando pela primeira vez.

Com isso, é possível imaginar que o Palmeiras inicie com Fernando Prass, Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio; Andrei Girotto e Arouca; Rafael Marques, Cleiton Xavier e Dudu; Lucas Barrios. Porém, os atletas ainda serão submetidos a exames que medem o desgaste e alguns podem ser vetados.