Taxista executado com oito tiros quando trabalhava

Em São Brás: Após sair da panificadora Márcio seguiu para a travessa 14 de Abril e parou em frente ao prédio onde foi acionado para fazer a corrida.


Em 20 de março, 2017 - 06h00 - Polícia

Márcio morreu logo após ser atingido pelos desconhecidos que fugiram de moto. Ele tinha muitas dívidas.

O taxista Márcio André Conceição de Souza, 39, foi morto com oito tiros. O crime aconteceu na travessa 14 de abril entre Mundurucus e Conselheiro, em São Brás, na noite de sábado. A vítima estava trabalhando no momento do atentado. Moradores daquele perímetro ficaram assustados e com a violência. Uma equipe da Divisão de Homicídios esteve no local do crime, mas até ontem à noite não tinha pistas para esclarecer a execução.

Por volta de 21h de ontem o taxista estava no ponto de táxi onde trabalhava, na travessa Pariquis, quando recebeu o chamado de uma corrida. Testemunhas informaram que no trajeto para pegar a passageira o taxista ainda parou em uma panificadora. Nesse momento os criminosos, que estavam em uma motocicleta e já estariam seguindo a vítima, se aproximaram, mas o comentário no local é que os assassinos não praticaram o crime naquela ocasião em decorrência da movimentação de pessoas no local.

Para ler a matéria completa, assine O Liberal Digital!