Segunda edição do Boulevarte será no dia 4 de outubro

Primeira edição do Boulevarte movimentou mais de 300 mil reais


Por: Redação ORM News Em 16 de setembro, 2015 - 15h03 - Gastronomia

Foto: Divulgação

A segunda edição do Boulevarte já tem data para ser realizada: dia 4 de outubro, na Praça dos Estivadores, em Belém. Neste dia, a população da cidade vai participar de um grande encontro cultural entre artistas e empreendedores de moda, artes visuais, música e gastronomia. A primeira edição do evento movimentou cerca de R$ 300 mil e gerou 33 empregos diretos, 420 empregos indiretos.

De acordo com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no Brasil, as empresas da economia criativa já movimentam R$ 381 milhões, o que representa 2,6% do PIB brasileiro. Diferente das economias tradicionais e da produção em larga escala, a economia criativa é uma prática empresarial principalmente ligada à cultura, artes ou novas tecnologias. Esses empreendedores criativos encontraram no Boulevarte um meio de divulgar seus produtos e serviços e de manter a roda da economia girando, mesmo em tempos de crise.  

Vânia Braun é um exemplo. Ela dá vida a móveis e outras peças decorativas que antes estavam apagadas. Cadeiras, bancos, cômodas, mesas, entre outros objetos, se transformam em obras de arte. 'Há sete anos que faço jóias oratórios no período do Círio. Essa obra faz bastante sucesso. É um produto sustentável, as latinhas de refrigerante viram arte', conta. O ateliê e a lojinha de Vânia Braun funcionam em sua casa. Para a produção de suas obras, Vânia contrata geralmente três pessoas. 

A MamuteStamp tem menos de dois anos de existência. A procura pelas camisas foi tão grande, que a ideia de vender os produtos pela internet se transformou em uma loja física. 'Abrimos uma loja na Presidente Vargas e ampliamos nossos produtos. Além de camisas, vendemos agora canecas, dvds, vinis e livros', explica Ulysses, proprietário da MamuteStamp. Este empreendimento criativo está dando tão certo que Ulysses já contratou dois funcionários diretos, além de três indiretos, que são as costureiras que fazem as suas camisas. A expectativa de venda da MamuteStamp é de R$ 18 mil ao ano, valor que tende a aumentar com o Boulevarte. 'Nós adoramos participar da primeira edição do Boulevarte. Somos uma empresa pequena, que está começando agora, então, foi uma ótima oportunidade para divulgarmos a nossa marca', comenta Ulysses.

Serviço: O Boulevarte será realizado dia 4 de outubro, na Praça dos Estivadores, em Belém.