Mais Acessadas

Saiba quem são as quatro princesas eleitas no RR 2016

Candidatas ganharam viagens ofertadas pela Valeverde Turismo


Por: Redação ORM News Em 30 de janeiro, 2016 - 00h12 - Rainhas

1ª Princesa - Paysandu

Ariane Viana usou a fantasia 'Habentis maleficia, a verdadeira face de Muriel'. Muriel é uma famosa feiticeira medieval que usa de sua beleza estonteante para conquistar mártires e poderes sobrenaturais. Prepara seus feitiços enigmáticos com muita energia na intenção de atrair o que deseja e influenciar os acontecimentos do futuro. No ápice do seu furor, passa por uma intensa transformação, revelando sua face mais vigorosa e aterrorizante.

Foto: Igor Mota

O corpo da fantasia tem o traje utilizado pelas bruxas medievais e foi bordado com cristais, strass, e semi-joias. O resplendor remete ao imaginário da época, trazendo asas, dragões e formas sinuosas, simbolizando a energia emanada por Muriel. A fantasia tem as cores roxo, violeta, azul, preto e prata./ a criação é de Zandro Gurjão, coreografia de Cristina Lobato.

2ª Princesa - Grêmio

A candidata do Grêmio, Victória Tereza da Silva Pinto, tem 18 anos e representou o Grêmio com a fantasia 'Biavêní à paris tropical'. A criação de Hélio Alvarez homenageia os 400 anos de Belém. 

Foto: Igor Mota (O Liberal)

O resplendor retrata o fascínio pelo luxo, o glamour, a riqueza de destalhes influenciados pela cultura europeia que se incorpora no centro histórico de Belém. A fantasia vem nas cores coral, laranja, amarelo e dourado.

3ª Princesa - Bancrévea

Pâmela Pinheiro, 26 anos, usou a fantasia 'Metamorfose' para representar o Bancrévea. A fantasia representa a grandiosidade do fenômeno da metamorfose, onde a escohida, uma mulher, que representa a beleza e a sedução de um tigre, imponente e encantador. 

Foto: Igor Mota (O Liberal)

No corpo, a candidata usa uma segunda pele grafitada e bordada com cristais e vidrilhos, para representar a transformação do tigre. A fantasia tem as cores preto, amarelo, laranja, prata e dourado. A criação é de Carlos Almicar e a coreografia é de Wendell Campos e Marcos Maciel. 

4ª Princesa - Assembleia Paraense

A candidata da Assembleia Paraense, Roana Frazão, usou a fantasia 'Belém - a princesa morena do Guajará', inspirada na pintura de Theodoro Braga. A criação de Carlos Amílcar retrata a conquista de um rio e a fundação da cidade que este ano completou 400 anos. A fantasia é um traje indígena tupinambá, com colar e saiote em cristais e semi-joias.

Foto: Igor Mota (O Liberal)

Na cabeça, a candidata usou um colar estilizado em formato de uma marajoara, em alusão à cerâmica local. No resplendor há duas faces: a primeira retrata o cenário rústico encontrado pelos descobridores e a segunda representa o colonizador interagindo com a floresta. A fantasia vem com o colorido amazônico, prevalecendo o verde, azul e vermelho.