Mais Acessadas

Rainhas e irmãs, Shirley e Silvana Salazar relembram títulos

Rainhas nos anos de 1995 e 2000, elas esperam fechar o ciclo na família levando a terceira irmã ao título


Por: Thays Silva (ORM News) Em 24 de janeiro, 2015 - 14h02 - Rainhas

Mesmo após 15 anos, as lembranças não se apagam da memória de Shirley e Silvana Salazar, duas irmãs que já receberam o título de Rainha das Rainhas. Em entrevista ao ORM News, elas contam como foi receber a faixa de Rainha em um dos maiores concursos de beleza do Brasil.

Silvana foi a primeira, se tornando Rainha no concurso de 1995. Ela representou o Clube de Engenharia com a fantasia 'Mitho Amazônica Viagem'. Shirley participou do Rainhas em 2000 e foi a campeã com a fantasia 'Araraúna', representando o COPM (Clube dos Oficiais da Poícia Militar). Ambas foram índias guerreiras que defendiam o seu povo e tinham a força da natureza a seu favor.

'Eu tenho uma veia artística e sempre gostei disso desde criança. Ainda bem nova eu disse pra minha mãe que queria participar do concurso e ela me deu o maior apoio', conta Silvana.

Já no caso de Shirley, a história foi bem diferente. Muito tímida, ela entrou no concurso com um objetivo bem específico. 'Quando a Silvana foi Rainha, ela não tinha idade pra dirigir, então, eu que dirigia o carro dela. Aí quando ela teve a idada suficiente, pegou o carro de mim. Então eu, já mal acostumada, não quis voltar a andar de ônibus e quis também ir atrás do meu', revela Shirley.

Shirley e Silvana Salazar (Foto: ORM News)

Com uma relação muito forte entre si, as irmãs relatam que ver a vitória uma da outra foi a mais forte das emoções. 'Ver a Shirley vencer foi até mais prazeroso que a minha vitória. Como eu sempre gostei disso, pra mim era meio que previsível, mas a Shirley era tímida e isso era meio distante pra ela. Então, foi uma satisfação muito grande', diz Silvana. 'Eu queria que ela sentisse o que eu senti quando ela ganhou, então, isso foi super legal', completa Shirley.

Mas a realização dos sonhos não termina por aqui. As Rainhas ainda querem fechar o ciclo levando a terceira irmã também à vitória. Questionada sobre qual o segredo para ser uma Rainha, Silvana guardou a informação: 'Isso nós não podemos contar porque a terceira vem aí e queremos que ela vença'. 'Nós temos certeza de que no dia em que ela pisar naquela passarela, ela vai ganhar', completou Shirley.

Além de unir a família, o Rainha das Rainhas causou uma mudança muito grande na vida de ambas. Apaixonada pelo Carnaval, Silvana se engajou na carreira musical e hoje é cantora, atuando principalmente em Recife (PE). Já Shirley passou por uma mudança de personalidade com o concurso, colaborando para que ela perdesse a sua timidez. Hoje, ela é publicitária e trabalha com vendas. A mãe delas, que um dia também sonhou em ser Rainha, tem hoje uma loja de fantasias. Segundo elas, esta é uma forma de manter o Carnaval sempre com elas.

As lutas diárias são enfrentadas com a mesma garra com a qual venceram o concurso. Elas contam que isso vem de família e se intensificou quando viram até onde podiam chegar. A cantora da família busca oportunidades para um reconhecimento maior. 'Eu já participei do The Voice duas vezes e continuo lutando. A nossa vida tem várias lutas, mas a nossa garra não nos deixa desistir', conta.

Shirley enfrenta um câncer de mama, mas se diz muito tranquila a respeito disso: 'Para muitos isso é uma sentença de morte, mas para mim não é. É só mais uma fase na minha vida. Uma fase que eu já venci'.

A força da natureza destas 'índias guerreiras' é o que dá a elas toda esta garra para enfrentar esses desafios sem desanimar. 'Isso tudo é essa força das índias que nós representamos um dia e que estão dentro da gente e que estarão pro resto da vida', finaliza Silvana.