Mais Acessadas

Rafael Paty já é do Clube do Remo

Atacante do Santa Cruz de cuiarana faz último exame hoje


Em 12 de janeiro, 2014 - 06h00 - Esporte

Paty disse que se fizer metade do que tem feito já vai ajudar

O Clube do Remo oficializou a contratação do centroavante Rafael Paty, que atuou pelo Santa Cruz de Cuiarana na disputa do Campeonato Paraense desta temporada. A informação foi confirmada pelo próprio jogador em entrevista exclusiva, realizada em um hotel no centro da cidade. Hoje, Rafael Paty fará um exame de eletrocardiograma, o último procedimento para selar o acordo, em definitivo, com o time do Baenão.  

De acordo com Rafael Paty, porém, o contrato com o clube já está assinado e se estende até novembro deste ano. A motivação de atuar em um time do porte do Remo, cuja pretensão é de acesso à Série C, motivou o atacante a se desligar do Santa Cruz de Cuiarana, time de Salinas, onde mora com a família. “Se eu fizer 50% do que fiz aqui jogando pelo Cametá e pelo Santa Cruz de Cuiarana, tenho certeza de que vou ajudar muito o Clube do Remo”, garante.

Aos 33 anos, o carioca, que disse ter passado pelas categorias de base do Vasco da Gama (RJ), em 2000, terá a primeira oportunidade em um grande clube do Pará. Antes, Rafael Paty foi figura de destaque em equipes de porte médio, como o Cametá e o próprio Santa Cruz de Cuiarana. No time da região do salgado, Rafael Paty confirmou o faro de artilheiro ao assinar 13 gols no Parazão 2014, três a mais que o badalado Lima, atacante do Paysandu.

Em 2012, quando despontou para o futebol local, com a camisa do Cametá, Rafael Paty já havia feito 11 gols. Considerando estes dois números e desprezando a performance do jogador em torneios como a segundinha do estadual, Paty alcançou a marca de 24 gols, disparando como o maior artilheiro recente do futebol paraense. Ciente de que os seus números são animadores, Rafael Paty já trata de fazer uma média com a torcida remista para se promover como candidato a ídolo. “Pela grandeza do Remo, você pode ter certeza de que vou me dedicar e a nação azulina terá um apaixonado pelo clube”, assegurou. 

Para atingir esta condição, o centroavante conta com o cabeceio como principal arma na sua tarefa de fazer gols. “Não treino muito esta característica, acho que é um dom. Também bato bem com a perna direita, mas a esquerda também serve”, frisou, afirmando que tem uma única missão dentro do clube. “Como centroavante, eu tenho que fazer gols. Não tenho que jogar bem, isso deixa para os jogadores do meio-campo. Tenho que me posicionar e fazer gols. É isso que preciso fazer”, resumiu o atleta, que se apresenta a comissão técnica no próximo dia 18.    

A aquisição de Rafael Paty acarreta uma consequência imediata, que será o desligamento do atacante Leandrão, cujo contrato com o clube se estende até o fim do ano. A diretoria do Leão, no entanto, não confirma a rescisão contratual com Leandrão por uma questão de respeito ao atleta. Segundo o vice-presidente de futebol, Henrique Custódio, será feita primeiramente a comunicação para os jogadores desligados e, depois, o fato se tornará público.

Ficha Técnica


  •  Nome: Rafael Paty
  •  Naturalidade: Rio de Janeiro
  •  Idade: 33 anos
  •  Alguns ex-clubes: Olaria (RJ), Vasco (RJ), Noroeste (SP), Caxias (RS), Cametá (PA), Santa Cruz de Cuiarana (PA)
  •  Principais títulos: Campe&atild Leia a matéria completa no Amazônia, já nas bancas.