Mais Acessadas

Professores participam de oficinas

O evento segue até amanhã (7), no Centur, e tem a participação de cerca de 300 educadores.


Por: AGÊNCIA BELÉM Em 06 de abril, 2017 - 14h02 - Educação

Para promover a interação, a troca de experiências e a aquisição de novos conhecimentos didáticos para o processo de ensino-aprendizagem, a Secretaria Municipal de Educação (Semec), por meio do Sistema Municipal de Bibliotecas Escolares (Sismube) iniciou um ciclo de oficinas nesta quarta-feira, 5. Com o tema “Saberes e Práticas de Incentivo à Leitura”, o evento segue até o próximo dia 7, no Centur, e tem a participação de cerca de 300 educadores.

Além de professores,  bibliotecários e auxiliares de bibliotecas da rede municipal participam da programação. De acordo com a coordenadora do Sismube, Georgete Albuquerque, o evento compõe uma das etapas da Formação Continuada dos educadores. “Nós realizamos as formações mensalmente e essas oficinas são realizadas para integrar mais ainda esses profissionais”, pontuou Georgete sobre alguns dos objetivos da ação.

Foto: Agência Belém

No total, serão realizadas oito oficinas com os subtemas “Contações de Histórias”, “Ludicidade através da Música”, “Fotonovela”, “Brinquedoteca”, “Livro Viajante”, “Ledores”, “Sistema Braille” e “Libras”. Os participantes poderão escolher até duas oficinas, de acordo com as necessidades da área de atuação.

Uma das oficinas mais procuradas pelos educadores é a Livro Viajante, que se propõe uma viagem ao mundo imaginário dos contos infantis. Em apenas três horas, são ensinadas técnicas para atuação junto aos alunos e produção de um livro gigante, rico em arte e cultura.

Durante o evento, também foram relacionados todos os projetos de incentivo à leitura, desenvolvidos pelo Sismube nas escolas, como o Baú de Histórias, Parada da Leitura, Conversa Literária, Lendo e Relendo as Bibliotecas Escolares, Lendo em Família, Vivências de Leituras, Performance  Literária e o Memória da Literatura Paraense.

Este ano, o projeto intitulado “A noite é uma palavra” será inserido nas programações escolares. A iniciativa é da Fundação Cultural do Estado do Pará, em parceria com o Sismube, e visa a promoção da leitura através de feiras de escritores paraenses, biblioteca itinerante, contação de histórias, danças folclóricas e atrações musicais. “No ano passado pudemos levar alguns estudantes da rede e o retorno foi satisfatório, mas com a parceria agora vamos envolvê-los de forma mais intensa”, garantiu a coordenadora do Sismube, Georgete Albuquerque.

A primeira edição do projeto será na próxima sexta-feira, 7, no Lar Fabiano de Cristo, bairro Guamá. Neste primeiro momento, participarão cerca de 300 estudantes da rede entre os da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA).