Mais Acessadas

Preço do pescado tem alta nos mercados de Belém

Algumas espécies tiveram redução de até 23%, segundo a pesquisa


Por: Redação ORM News Em 09 de março, 2017 - 09h09 - Belém

O preço do pescado comercializado nos mercados municipais de Belém subiu pela segunda vez seguida este ano, segundo uma pesquisa divulgada na manhã desta quinta-feira (9) pelo Secon (Secretaria Municipal de Economia) em parceria com o Dieese-PA (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos).

 Foto: Igor Mota / O Liberal (arquivo)

De acordo com os números, no mês de fevereiro as maiores altas de preços ocorreram nas seguintes variedades de pescado: Curimata com alta de 23,03%, seguido do Camurim com alta de 19,71%; Pescada Gó (18,66%); Xaréu (14,27%); Aracu (14,12%); Pirapema (12,93%); Arraia (11,29%); Tambaqui (8,49%); Piramutaba (7,08%); Mapará (5,26%); Cação (4,29%); Pescada Amarela (3,38%); Pescada Branca (3,27%) e do Tamuata (1,83%).

Foto: Ary Souza / O Liberal (arquivo)

O balanço apontou algumas espécies de pescado que apresentaram recuos de preços, com destaque para o Surubim com queda de 21,88%, seguido do Apajari com queda de 15,91%; Peixe Pedra (9,66%); Peixe Serra (9,02%); Tucunaré (7,08%); Corvina (6,86%); Tainha (6,69%); Pacu (5,54%); Bagre (3,71%) e da Sarda (3,66%).