Mais Acessadas

Pirata envolvida em latrocínio é presa em Ananindeua

Mulher faz parte do bando que roubou e matou um homem em um assalto a uma embarcação, na região do Furo do Curuçambá


Por: Redação ORM News com informações da assessoria Em 04 de abril, 2017 - 21h09 - Pará

Na manhã desta terça-feira (4), agentes do Grupamento Aéreo da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Graesp) e militares do Policiamento Fluvial da Polícia Militar prenderam Eliza Tatiana Gomes, 30 anos, acusada integrar um grupo de piratas responsável por roubar e matar Maurício Cardoso Andrade, 38 anos. O latrocínio ocorreu por volta das 8h de hoje no “Furo do Curuçambá”, em Ananindeua.

De acordo com informações do delegado Arthur Braga, a vítima foi morta com um tiro na cabeça, efetuado por Glaucinei Lima, 19 anos, pirata que participou do assalto à embarcação onde estava Maurício, a esposa, o irmão e o filho de 13 anos. Além do autor do disparo e Eliza, um terceiro pirata já foi reconhecido pelas vítimas, Eliel Roberto de Souza Gomes (irmão de Eliza).

Glaucinei Lima já havia sido preso em flagrante em 2016, mas solto no final do mês de janeiro deste ano, mediante alvará. Televisores, celulares, embarcações e motores a diesel foram levados pelos piratas. A equipe do Graesp juntamente com os militares do Policiamento Fluvial recuperaram todos produtos. R$ 600,00 dos R$ 1.500,00 roubados da família foram localizados com a criminosa presa.

Eliza Tatiana Gomes é acusada de pirataria (Foto: Segup)

“A informação foi nos repassadas pelo irmão da vítima. Houve uma luta corporal entre a família e os bandidos, momento em que houve o disparo”, conta o delegado Arthur. O fato foi repassado ao serviço do Centro Integrado de Operações (CIOP), que acionou a equipe do Graesp.

“Fomos acionados e, de imediato, fomos para áreas de buscas e conseguimos identificar a canoa descrita pelos pescadores, os produtos roubados e uma barraca no meio do mato”, relatou o tenente-coronel BM Alessandre, comandante da operação. Uma equipe de militares do Policiamento Fluvial se deslocou por terra até o local da ocorrência para resgatar a vítima e os familiares, assim como conduzir até a sede do Gflu, a envolvida no crime e os produtos recuperados.