Mais Acessadas

Pela parte da manhã TSE registra 154 crimes eleitorais

As ocorrências resultaram em 28 prisões pelo país. Em Belém, 3 pessoas foram detidas


Por: Redação ORM News/Agência Brasil Em 26 de outubro, 2014 - 12h12 - Eleições

Até às 11h da manhã deste domingo (26), o Tribunal Superior Eleitoral informou no boletim que 154 pessoas cometeram algum crime eleitoral, onde 28 foram presos. Em Belém, a Policía Federal apresentou três ocorrências relacionadas ao porte de material de campanha. 

O crime de divulgação da propaganda irregular até agora foi o mais cometido, com 74 registros, onde um terminou em prisão, no Estado do Acre. No Rio de Janeiro, em um total de 32 ocorrências, foram feitos cinco flagrantes pelo mesmo motivo e os envolvidos foram detidos e levados para prestar esclarecimentos. Em Goiás três pessoas foram presas pelo crime de boca de urna, que contou com 18 registros e dez prisões no país inteiro. 

O estado do Ceará lidera o ranking no crime de transporte ilegal de eleitores, com três ocorrências e nenhuma prisão. A Justiça Eleitoral não especificou os motivos que somam as outras 42 ocorrências que resultaram em prisões pelo Brasil. 

O número de urnas substituídas também foi divulgado pela Justiça Eleitoral, que durante as primeiras três horas de votação foram de 1.151, cerca de 0,27% do total em operação. A maioria das substituições de urna foi no Rio de Janeiro, com 221 trocas. São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná, que respectivamente tiveram, 188, 111 e 78 urnas substituídas. No Pará, 60 urnas que apresentaram problemas, em diversas regiões do Estado.