Mais Acessadas

Pato vivo tem aumento de até 12% nas feiras livres

Frango pode ser opção para alta nos preços, segundo Dieese


Por: Portal ORM Em 06 de outubro, 2017 - 10h10 - Círio

O pato, um dos principais ingredientes do pato no tucupi, uma das iguarias mais preparadas no almoço do Círio, está mais caro este ano, segundo pesquisa do Dieese-PA (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgada nesta sexta-feira (6). O animal vivo custa 12% mais caro, com preços que variam entre R$ 60 a R$ 130. Já o congelado custa entre R$ 15,88 e R$ 16,65. 

De acordo com a pesquisa o Dieese, realizada em feiras livres e supermercados de Belém, o preço do pato congelado custa entre R$ 15,88 e R$ 16,65. Já nas feiras livres, o pato vivo foi encontrado entre R$ 60 a R$ 130 (de 2.5 kg a 3,5 kg), dependendo do local de venda, com preços 12% mais caros em relação ao mesmo período do ano passado.

Enquanto que o pato comercializado nas feiras e supermercados está caro, o frango vivo, resfriado ou congelado por ser uma boa opção para substituir o pato, já que os preços são menores. O frango congelado vendido nos supermercados, da marca Avispara, está custando entre R$ 5 e R$ 5,97. No caso do frango resfriado, da marca Americano) os preços variam entre R$ 6,59 e R$ 6,99.  

Ainda segundo o Dieese, os consumidores podem optar pelo frango no pato no tucupi. Uma vez que com um quilo de pato congelado é possível comprar 3 kg de frango congelado e cerca de 2,5 quilos de frango resfriado.