Paes Loureiro lança livro com poema sobre ditadura

Livro "A Loba" foi escrito em vários momentos da vida do poeta e fala dos tempos difícieis


Por: O Liberal Em 13 de dezembro, 2016 - 09h09 - Dicas: livro e DVD

Foto: Ary Souza/ O Liberal/Arquivo

O poeta e professor João de Jesus Paes Loureiro lança o livro “A Loba” hoje, às 19 horas, na Sala de Artes, no Museu do Estado do Pará. A obra, que apresenta um único poema de mesmo nome, conta detalhes da vivencia do autor na época da ditadura, com destaque especial para o ano de 1964. 

O poema “A Loba” integrou originalmente o livro “O Ser Aberto”, publicado na década de 80. Anos depois, por intermédio dos editores e também poetas Marcílio Costa e Antônio Moura, o fragmento foi separado para uma publicação individual. 

O autor Paes Loureiro explica que o poema mostra uma mistura entre fatos históricos e vivencias pessoais. O poeta conta que a obra, que é divida em blocos, lembra os momentos tristes da censura, das prisões e dos exílios, mas também guarda espaço para os bons acontecimentos que Loureiro viveu na época. “É um poema que tem esses dois lados”, afirma ele. “Tem esses momentos ruins e tem as coisas boas que me aconteceram, os amigos que eu encontrei na época e as boas memórias afetivas que eu guardo desse período”, explica ele.

Segundo João de Jesus, o poema levou mais de cinco anos para ser concluído. Ele explica que ao longo de 1964 fez uma série de anotações e fragmentos poéticos e nos anos posteriores estruturou e melhorou para que tudo se tornasse o poema. “Esse trabalho não foi escrito em um momento, mas em vários. Os primeiros versos eu escrevi ainda em uma das prisões que sofri durante a ditadura pela necessidade de expressar em um poema essa vivência”, lembra ele. “Foi tudo sem um planejamento de datas, eu simplesmente deixava o poema guardado por um tempo e depois retomava o trabalho”, conta ele. 

Para Paes Loureiro o poema também funciona como um registro histórico de uma época difícil. “A obra tem esse viés histórico e de uma forma poética revela uma série de situações vividas nos tempos da ditadura”, diz ele. “Esse é um tipo de poema temático no qual a emoção vivida foi transformada em emoção poética e literatura”, afirma. 

O livro “A Loba” tem o selo da Edições do Escriba e foi viabilizado em parceria com a Comissão da Verdade do Pará. Para Loureiro, a obra tem tudo para agradar o público. “É um poema que vai emocionar a todos assim como me emociona até hoje”, diz o autor.

Nascido em Abaetetuba, nordeste do Estado, João de Jesus Paes Loureiro tem uma trajetória artística de mais de 40 anos. O autor já lançou mais de 15 livros de poemas, teatro, prosa e ensaios teóricos sobre estética e cultura. 

O primeiro poema do paraense foi escrito aos 12 anos, e publicado na revista “Leitura”, editada no Rio de Janeiro, mediante aprovação em concurso. Já o primeiro livro de poemas  intitulado “Tarefa”, veio anos depois e marcou o início de uma longa carreira. 

Além de livros publicados no Brasil, Loureiro também tem obras publicadas na França, Alemanha, Japão, Itália e Portugal. Em seus muitos poemas o autor sempre busca destacar o ambiente paraense e amazônico em suas narrativas e também faz algumas alusões a Abaetetuba, terra que sempre o acolheu. “Gosto de falar do que é nosso”, afirma ele. “Gosto de poesia”, completa.  

Lançamento do livro: 

“A Loba”, de João de Jesus Paes Loureiro
Data: Hoje, às 19 horas
Local: Sala das Artes do Museu do Estado do Pará (Praça D. Pedro II, s/n. - Cidade Velha) .Informações: (91) 4009-9830