Mais Acessadas

Obras do BRT Metropolitano devem começar em junho de 2017

O anúncio foi feito pelo governador Simão Jatene, ontem, em entrevista coletiva


Por: O Liberal Em 11 de novembro, 2016 - 07h07 - Região Metropolitana

Ogovernador do Estado do Pará, Simão Jatene, anunciou na tarde de ontem, em coletiva de imprensa no Palácio de Governo, que o projeto BRT (Bus Rapid Transit) Metropolitano tem a expectativa das obras iniciarem a partir de junho de 2017. A divulgação ocorreu ao lado dos prefeitos de Belém, Zenaldo Coutinho; Ananindeua, Manoel Pioneiro; e de Marituba, Mário Filho, além do diretor do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM), Cesar Meira, e políticos do Pará. O BRT Metropolitano ligará os três municípios da Região Metropolitana de Belém (RMB) beneficiando 300 mil pessoas com o investimento de R$ 530 milhões. A conclusão da obra está prevista para dezembro de 2018.

Foto: Thiago Gomes/Agência Pará

O anúncio foi feito um dia depois da assinatura da autorização que cedeu o trecho inicial da BR-316, de aproximadamente 16 km, ao Governo do Pará. A assinatura aconteceu no Palácio do Planalto durante reunião entre o presidente Michel Temer e o governador Simão Jatene, na tarde de quarta-feira. Com a concessão da União, o trecho que vai do Entroncamento até perto da entrada de Benfica passará a ser administrado pelo Estado, que executará obras para melhorar o fluxo do tráfego no perímetro. A negociação se estendeu por mais de um ano. 

A ação integra o projeto Ação Metrópole que está investindo na Região Metropolitana R$ 1,027 bilhão em obras como a duplicação da Avenida Perimetral e o prolongamento das avenidas Independência e João Paulo II, que tem previsão de entrega no segundo semestre de 2017.

“Primeiro, todos sabemos da importância deste projeto do BRT. Segundo, é extremamente importante que a sociedade tenha as informações corretas. É um projeto que vai exigir uma integração muito grande na BR, a principal entrada e saída de Belém. É importante que a sociedade tenha absoluta clareza que haverá transtornos”, falou o governador Simão Jatene. O governador ressaltou ainda que a obra foi uma vitória coletiva dos prefeitos e políticos que se envolveram no processo.

Segundo o diretor do NGTM, César Meira, nunca foi investido um montante tão grande em mobilidade urbana na capital como o Ação Metrópole. A negociação para as obras na rodovia BR-316 foram feitas com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e com o governo federal desde junho de 2015. A princípio o plano do governo federal era privatizar a BR-316, mas após negociações o trecho foi cedido. 

Nesta nova etapa, o processo licitatório deverá demorar seis meses para ser concluído. A previsão de término é o mês de maio de 2017. As obras começam em junho de 2017 após assinatura do contrato com a empresa ou consórcio vencedor. E a conclusão de toda a obra está prevista para dezembro de 2018. Aproximadamente, 78% dos recursos vieram de um empréstimo da Japan International Cooperation Agency (JICA) e 22% serão recursos do Tesouro do Estado. O governador ressaltou que toda a obra será paga pelo Estado. “O grande financiador é o povo paraense, em última instância. É uma operação de crédito não tem nenhum recurso doado. Tem recurso do tesouro que vem da população”, destacou.