Mais Acessadas

Noite no Hangar vai consagrar a nova Rainha das Rainhas

Vinte e uma rainhas desfilam hoje para definir a soberana do carnaval do Pará


Por: O Liberal Em 06 de fevereiro, 2015 - 07h07 - Rainhas

A aura de beleza, glamour e fantasia que cerca o Rainha das Rainhas na noite de hoje começou em 1947. Idealizado pelo jornalista Ossian Brito em 1946 e mantido tradicionalmente pelas Organizações Romulo Maiorana (ORM), o concurso completa 69 anos brindando o público com beleza, luxo e o brilho das performances individuais de jovens rainhas dos clubes sociais. Este ano, 21 delam experimentam uma noite de celebridade, ao som de 32 ritmistas de escolas de samba da capital paraense. O Hangar - Centro de Feiras e Convenções da Amazônia será o epicentro da emoção e da adrenalina, a partir de 21 horas, com transmissão ao vivo pela ORM News e ORM Cabo. As últimas mesas e ingressos individuais ainda podem ser adquiridos na sede da Bis Entretenimento, na avenida Braz de Aguiar, esquina com travessa Rui Barbosa, e em quiosques nos shopping centers Castanheira, Pátio Belém e Boulevard. 

Para o presidente executivo das Organizações Romulo Maiorana, Romulo Maiorana Jr., o Rainha das Rainhas é um dos grandes eventos do grupo. “Envolvemos todos os colaboradores das nossas empresas, os clubes, as famílias, profissionais e o público em geral”, diz ele, ao lembrar que a repercussão do concurso ultrapassa fronteiras pela sua dimensão. “Já estamos nos preparando para os 70 anos do Rainha das Rainhas em 2016”, afirma.

Foto: Cristino Martins/ O Liberal

O diretor de Marketing das ORM, Guarany Júnior, lembra que, além da consagração regional e nacional, o concurso gera empregos para estilistas, coreógrafos, profissionais de design e outros setores da economia informal, além de prêmio valiosos, como um carro zero quilômetro (este ano um Volkswagen Up!), passagens aéreas, tratamento estético, assinatura de O LIBERAL e Amazônia e contrato publicitário. “É, na realidade, um evento de dimensão elevada”, afirma Guarany. 

O jornalista Adenirson Lage, um dos coordenadores do concurso, diz que o Rainha das Rainhas 2015 envolve o entusiasmo das candidatas, dos diretores de clubes, das torcidas e do público, que tem buscado os pontos de venda de ingressos individuais, uma novidade deste ano, além das mesas. “Sem dúvida será uma noite de beleza, talento, elegância e desenvoltura”, disse ele. 

“É uma honra e um orgulho participar do ‘Rainhas’. Tenho paixão e amor por este concurso que já faz parte da minha vida. Orgulho por sua credibilidade e seriedade. Parabenizo a família Maiorana por isso’’, disse ontem a  professora de dança e coreógrafa Clara Pinto, há 30 anos envolvida com o evento. “Tive a felicidade de começar ao lado do Ossian Brito e do Isaac Soares, mas eu era uma jovem coreógrafa, agora, nos últimos 18 anos, a convite dos coordenadores Adenirson Lage e Guarany Júnior, integro a coordenação’’, completou Clara Pinto. 

JÚRI

O corpo de jurados formado por cinco profissionais ligados à arte, cultura, moda e beleza chegará hoje a Belém. Os nomes são definidos por representantes da direção das ORM e da coordenação do concurso e os nomes são mantidos em sigilo até o início do evento, para garantir a idoneidade. Desde 1991, a votação do júri é eletrônica, mas os jurados também são orientados a registrar manualmente a pontuação a cada uma das candidatas, para posterior conferência entre as notas manuais e eletrônicas. As candidatas são julgadas em fantasia, beleza e desembaraço.

O samba embalará a festa da Rainha das Rainhas do Carnaval Paraense. Serão 32 ritmistas, além de passistas, mestre-sala e porta-bandeira, mulatas, músicos e intérpretes do carnaval. A cada ano, o concurso surpreende com uma inovação. A transmissão deste ano envolverá a ORM News, com uso da TV Web, e toda a infraestrutura da ORM Cabo. Câmeras, equipes de jornalistas e de técnicos de som, imagem e luz ,âncoras e comentaristas, todos estão mobilizados para a grande noite.