Mais Acessadas

Nintendo Switch: Saiba todos os detalhes do novo console

O Switch é um aparelho que aposta num conceito de híbrido entre console de mesa e portátil


Por: Omelete Em 14 de janeiro, 2017 - 09h09 - Tecnologia

A Nintendo divulgou enfim todos os detalhes do Switch, próximo console da empresa, em um evento realizado no Japão. Com as informações anunciadas e os demais detalhes revelados na apresentação do console, em outubro, montamos o guia abaixo com todos os detalhes que você precisa saber sobre a nova aposta da Big N.

O que é o Switch?

O Switch é um aparelho que aposta num conceito de híbrido entre console de mesa e portátil. Você poderá jogá-lo em casa, conectado a uma TV, ou em qualquer lugar, com uma tela menor.

Como o Switch funciona?

O Switch em si é um aparelho portátil com uma tela, com três modos diferentes: o primeiro, Modo TV, é mais tradicional, com o console ligado a uma base conectada ao televisor por meio de um cabo HDMI.

No segundo modo, Tabletop, o console funciona desligado da TV e destacado de sua base. Com um pequeno apoio localizado na parte de trás do aparelho, é possível deixá-lo em pé em uma superfície, e os controles ficam na sua mão.

O terceiro modo, Handheld, transforma o Switch em um portátil. Os controles são acoplados ao aparelho, transformando-o em um tablet com controles.

Como é o controle do Switch? 

O controle do Nintendo Switch se chama JoyCon - a nomenclatura vale para cada "parte" do console". Por ser destacável, o JoyCon possui diversas maneiras de uso, que englobam jogar sozinho ou com amigos.

Cada JoyCon pode ser acoplado em uma base chamada Joy-Con Grip, transformando-se assim em um controle mais tradicional. Ou então, você pode ter um JoyCon em cada mão. Também é possível dividir o JoyCon em dois para partidas multiplayer - segurando-o horizontalmente.

Cada JoyCon tem um acelerômetro e um giroscópio, permitindo jogos sensíveis aos movimentos da mão. Há uma alça para prendê-lo ao punho por medidas de segurança, para evitar que o aparelho seja arremesado para longe (ou contra a televisão) durante um movimento brusco.

O JoyCon conta com quatro botões frontais e um direcional analógico (que também é um botão individual quando clicado), e botões de ombro em dois lados: na parte de cima, os botões L/R/ZL/ZR servem quando dois JoyCons são usados juntos. Quando o JoyCon é usado individualmente, os botões SL e SR assumem a função.

O JoyCon também conta com uma tecnologia de vibração intitulada HD Rumble, que é capaz de reproduzir sensações. De acordo com a Big N, será possível ter sensações como a de cubos de gelo colidindo individualmente dentro de um copo ao chacoalhar o JoyCon.

Por fim, a Nintendo também vai lançar um controle Pro, similar a controles mais tradicionais de videogame.

Que outras funções o console terá?

Algumas das funcionalidades do Switch estão acopladas em cada um dos JoyCons. O JoyCon do lado esquerdo vai contar com um botão de captura de imagens e compartilhamento, à semelhança do botão "Share do PlayStation 4. Posteriormente, também será possível gravar e compartilhar vídeos.

Já o JoyCon do lado direito terá um leitor de NFC (comunicação por campo de proximidade) para a leitura de amiibos, e um sensor infravermelho para detectar distância, formato e movimento de objetos ou da mão do jogador. Desta forma, será possível detectar gestos da mão do jogador.

Quais as especificações técnicas?

O Switch terá uma tela sensível ao toque de 6.2 polegadas. O console rodará jogos a 720p em modo portátil, e passará para 1080p quando ligado à TV.

O áudio também tem dois formatos: quando ligado à TV, o áudio digital estará em formato 5.1; quando desacoplado, a reprodução de som é estéreo, por dois alto falantes. O aparelho também terá entrada para fones de ouvido.

A bateria do Switch vai durar de duas a seis horas, e poderá ser carregada por meio de uma entrada USB Tipo-C. Segundo a Big N, a duração da bateria pode variar dependendo do jogo utilizado - com The Legend of Zelda: Breath of the Wild, por exemplo, a bateria dura cerca de três horas.

O controle JoyCon também conta com uma bateria, que pode ser carregada quando ambos estão acoplados à base JoyCon Grip.

Quanto ao armazenamento, o console terá uma memória interna de 32GB, expansível para até 200GB com a utilização de cartões microSDXC.

A Nintendo não informou oficialmente as especificações de processamento e poder gráfico do Switch, mas sabemos que o processador é uma versão customizada do Nvidia Tegra, o mesmo utilizado no console-tablet SHIELD.

O Switch vai ter trava de região?

Não. Ao contrário do Wii e do Wii U, será possível utilizar jogos de qualquer região em qualquer Switch.

Como será o online?

Para o Switch, a Nintendo vai lançar um serviço online inédito, que será necessário para jogar online e oferecerá vantagens para assinantes à semelhança da PlayStation Plus e do Xbox Live Ouro.

No lançamento do console, o multiplayer online será gratuito, e depois ficará restrito aos assinantes do serviço, que deve ser lançado no fim do ano.

Assim como a PS Plus e a Live Ouro, o serviço online do Switch contará com jogos gratuitos. Será possível baixar um jogo de NES e um de Super Nintendo por mês. Entretanto, você só poderá jogá-los no mês de disponibilidade.

Também estão previstos um lobby para convidar amigos e uma função de chat por voz, que também estão planejadas para o fim do ano.

O Switch também contará com multiplayer local, que permitirá a conexão entre oito aparelhos diferentes.

O que virá na caixa do Switch?

O pacote inicial do Switch virá com o aparelho, a base para conexão com a TV, dois JoyCon, uma base para acoplá-los, um par de bases para prender os JoyCons ao pulso por meio de uma fita, um carregador com cabo USB Type-C e um cabo HDMI.

Será possível comprar o Switch com duas opções de JoyCon: uma com os controles na cor preta, a mesma do console, e outra com JoyCons nas cores azul e vermelha.

Quando o console chega? E qual o preço?

O Switch será lançado em 3 de março nos Estados Unidos, por US$ 300.

O controle JoyCon poderá ser adquirido separadamente, por US$ 50. Um pacote com um par de JoyCons será vendido por US$ 80.

Já o controle Pro será comercializado por US$ 70.

Já o JoyCon Grip, a base que serve para acoplar dois JoyCons, será vendida separadamente por US$ 30.

E o Brasil?

A princípio, não há nenhuma previsão para a chegada oficial do Switch no Brasil, já que, em 2015, a empresa deixou de distribuir consoles e jogos no país.

Entretanto, há alguns sinais de reaproximação da Big N com o mercado nacional. No ano passado, a empresa contratou um profissional responsável para localizar jogos para português do Brasil e, conforme apuramos com exclusividade, empresas que estão tentando trazer a empresa de volta ao país por meio de representação oficial chegaram a negociar a dublagem de jogos do console para a nossa língua.

Quais jogos estão previstos para o Switch?

Os jogos do Switch virão em dois formatos: digital ou físico, retomando o formato de cartuchos em consoles de mesa. O cartucho, entretanto, terá um formato similar aos do Nintendo 3DS. Veja:

 

Dois jogos estão previstos para o lançamento do Switch, em 3 de março: The Legend of Zelda: Breath of the Wild 1-2 Switch, uma coletânea de minigames que faz uso das funcionalidades do aparelho.

No mesmo mês de lançamento, chegam ao console Super Bomberman R, o RPG I Am SetsunaJust Dance 2017 Snipperclips - Cut it out, together!.

Até o fim do ano, o aparelho também recebe exclusivos como Super Mario Odyssey Splatoon 2, além de títulos multiplataforma como Skyrim FIFAClique aqui para conferir uma lista com todos os jogos confirmados para o aparelho até agora.

Quais serão os acessórios?

Além de tudo o que vem na caixa do Switch, o console também contará com uma série de acessórios, conforme apontaram imagens vazadas de uma apresentação da Hori.

A fabricante venderá um controle similar ao Pro, além de carregadores veiculares, uma base para o aparelho em modo portátil, películas protetoras, cases para os cartuchos, entre outros. Veja as imagens aqui.