Mais Acessadas

Natura inaugura complexo industrial no Pará

Ecoparque tem objetivo de atrair parceiros para impulsionar a geração de negócios sustentáveis na Amazônia


Por: Redação ORM News com informações da Natura Em 12 de março, 2014 - 10h10 - Negócios

Foto: Bruno Magno/ Portal ORM News

Atualizada às 12h41

A empresa de cosméticos Natura, maior fabricante brasileira de cosméticos e produtos de higiene e beleza, inaugurou nesta quarta-feira (12) um complexo industrial em Benevides, município de 50 mil habitantes localizado a 35 km de Belém, capital paraense. Chamado de 'Ecoparque', o empreendimento vai concentrar a produção de sabonetes e de óleos fixos da Natura, além de gerar cerca de 250 empregos diretos e indiretos até dezembro de 2014. A fábrica foi apresentada durante uma coletiva de imprensa aos jornalistas.

O Ecoparque foi construído às margens da rodovia PA-391, em uma área de 172 hectares. O projeto tem espaço para sediar outras empresas interessadas em compor o pólo industrial, já que a Natura ocupa somente 10% da área total. O projeto é inspirado no conceito de simbiose industrial ao conectar empresas de diferentes segmentos de mercado, desde que tenham interesses comuns e necessidades complementares. 

Em entrevista aos jornalistas, o presidente da empresa, Alessandro Carlucci, falou do compromisso da empresa com a sustentabilidade desde o início de suas atividades. 'Desde sua fundação, a Natura tem um compromisso com o meio ambiente e tudo o que fizemos na nossa história é pensando na natureza. Usamos os princípios ativos da natureza para transformar em produtos, por meio de indústria sustentável', ressaltou.

Ainda segundo Carlucci, a Natura foi a primeira empresa a usar refil plástico em seus produtos como parte de seu projeto sustentável. 'É mais barato e reduz o impacto ambiental', afirma.

A empresa começou a expandir sua atuação no Pará em 2007 quando implantaram a saboaria. 'Aqui temos todos os insumos que precisamos para produzir e também estamos perto das comunidades extrativistas da região. Queremos ser mais um ator no desenvolvimento da Amazônia', completou.

A nova unidade fabril da Natura na Amazônia inicia atividades com capacidade de produção de mais de 200 milhões de barras de sabonetes e cerca de 400 toneladas de óleos fixos. Além desses produtos, também absorverá a produção de ‘noodle’, base para fabricação de sabonetes, que anteriormente era fabricada na antiga unidade da empresa, localizada também na cidade de Benevides (PA). A primeira remessa de sabonetes será fabricada já nesta quinta-feira (13), e a produção do Pará vai corresponder a 80% de toda produção da Natura. Até 2015 a expectativa é produzir 200 milhões de unidades de sabonetes.

A chegada da fábrica foi comemorada pelas comunidades que têm parceria com a empresa no Pará. 'É de grande importância para nós, porque vai aumentar a produção na comunidade. A Natura foi a primeira que buscou parceria com as associações', comentou Adriana Lima, coordenadora do Sindicato dos Extrativistas de Cotijuba. Segundo ela, 300 famílias da comunidade fornecem insumos para a Natura. A empresa tem parceira com 25 comunidades no Pará e no Amazonas, onde 2.600 famílias são beneficiadas.

Foto: Bruno Magno/ Portal ORM News

Sustentabilidade - O respeito ao meio ambiente está presente nas instalações e estruturas do empreendimento. Foram utilizadas tecnologias de jardins filtrantes, um tratamento inovador de efluentes a partir de raízes de plantas. Em um processo de fitorrestauração, livre de produtos químicos, bactérias alojadas nas raízes de plantas aquáticas realizam a decomposição dos poluentes. Outra forma de poupar recursos ambientais foi a implantação de sistemas de geotermia, nos quais equipamentos captam o ar externo e promovem troca térmica no subsolo para diminuir a temperatura no interior dos edifícios. 

O Ecoparque é parte integrante da estratégia da empresa na Amazônia. Em 2000, ela passou a incorporar ativos da biodiversidade brasileira na formulação de seus produtos, unindo ciência e conhecimento tradicional à geração de oportunidades de trabalho e renda para centenas de famílias. A riqueza da biodiversidade amazônica estimulou a fábrica a desenvolver conceitos inovadores e impulsionou forte estratégia de pesquisa e desenvolvimento na região, resultando em grande número de tecnologias de insumos e produtos. No ano seguinte lançou o Programa Amazônia, que tem como objetivo aumentar, de forma sustentável, de 11% para 30% a utilização de matérias-primas cosméticas com origem na região, movimentar R$ 1 bilhão em recursos próprios e beneficiar mais de 10 mil famílias de comunidades fornecedoras.  

Hoje, são 25 cooperativas envolvendo 2.571 famílias. 

Programa Amazônia - O objetivo é contribuir para o desenvolvimento sustentável da região através de ciência, tecnologia e inovação e adensamento das cadeias produtivas. Uma inovação que integra os diversos públicos e conhecimentos em uma grande rede de trocas para que juntos possam buscar soluções a partir dos produtos e serviços da sociobiodiversidade e revelar o grande potencial de negócios existente na Amazônia.