Mais Acessadas

Morre terceira vítima de explosão em fábrica de Belém

Três funcionários seguem internados no hospital, sendo um em estado grave


Por: Redação ORM News com informações de Enize Vidigal (O Liberal) Em 11 de junho, 2016 - 14h02 - Polícia

Mais uma vítima da explosão da caldeira da fábrica de beneficiamento de castanhas Paratini, faleceu na manhã deste sábado (11), no Hospital de Urgência e Emergência Metropolitano (HMUE), em Ananindeua. Eudivaldo Monteiro da Cunha, de 56 anos, era encarregado do secador dos frutos, que usava o vapor da caldeira.

A morte de Eudivaldo foi confirmada pela assessoria de imprensa do hospital e pela Delegacia de Crimes Violentos da Polícia Civil, instalada no Metropolitano, onde foi registrado o boletim de ocorrência do falecimento por acidente.

Em nota, o Metropolitano informou que permanecem internados três vítimas da explosão ocorrida na fábrica de beneficiamento de castanha, sendo um em estado grave e dois permanecem estáveis.

O acidente ocorreu na última sexta-feira (10), na Rodovia Arthur Bernardes, em Belém. No acidente, a caldeira foi projetada a cerca de 100 metros, indo parar num posto de combustíveis, após ferir funcionários e danificar residências e automóveis. As vítimas sofreram queimaduras e fraturas, pois algumas foram projetadas com a explosão.