Mais Acessadas

Milton Mendes já promove mudanças no Vasco

Técnico estreia nesta quarta-feira, contra o Madureira


Por: O Globo Em 22 de março, 2017 - 08h08 - Futebol

Foto: Paulo Fernandes/Vasco

Um novo Vasco entrará em campo nesta quarta-feira, por mais que, na teoria, a equipe seja praticamente a mesma da rodada passada. O jogo contra o Madureira, às 19h30m, em São Januário, pela Taça Rio, marca a estreia do técnico Milton Mendes, que já faz mudanças mais profundas do que poderia se imaginar inicialmente em São Januário.

Com dois dias de casa, ele mexeu com a menina dos olhos da gestão Eurico Miranda: o Centro Avançado de Preparação, Recuperação e Rendimento Esportivo, o CAPRRES. Ao trazer com ele o preparador físico Flávio Trevisan, chamou para sua comissão técnica a responsabilidade pela preparação física do elenco, que antes estava nas mãos do centro científico. Pelo menos inicialmente, o CAPRRES passará a cuidar apenas da recuperação de jogadores lesionados.

O nível da preparação física do elenco neste início de ano já vinha sendo questionado. E é justamente a parte física que Milton Mendes considera fundamental. O treinador é defensor de um jogo de alta intensidade, que demanda um sacrifício maior dos jogadores nos treinos. Algo que, segundo o volante Jean, o elenco está disposto a entregar.

— Ele é um cara comprometido, que gosta de um grupo dedicado — afirmou o jogador, que será titular na partida de hoje. — Na reunião conosco, ele pediu para que abraçássemos a ideia dele. E nós abraçamos.

Depois de afinar a teoria com o elenco, Milton Mendes partiu para a prática. Foi contra 99% dos técnicos, que preferem atividades amenas no dia anterior aos jogos, para evitar desgaste excessivo. Ontem, não apenas comandou treino intenso, com direito a muitas instruções, como também colocou os jogadores para trabalhar em dois períodos. O expediente dobrado não fazia parte do repertório do técnico Cristóvão, seu antecessor.

Uma boa impressão, ele já deixou: quem assistiu ao treino de ontem gostou do que viu, em termos de trabalho com bola. Milton Mendes, graças ao currículo de cursos na Europa e aos bons momentos que teve à frente de Atlético Paranaense e Santa Cruz, gera expectativa em relação ao futebol que o time terá em campo. Infelizmente, para ele, o elenco que tem nas mãos dificultará um pouco mais sua missão de fazer o Vasco brilhar.

ELENCO DESEQUILIBRADO

Com 33 jogadores à disposição, Milton recebeu de herança um grupo desequilibrado, montado pelo departamento de futebol e a comissão técnica passada. Hoje, por exemplo, não terá zagueiros no banco de reservas, já que o clube apostou em apenas quatro para começar o ano. Com dois lesionados, não há mais opções na zaga.

Por outro lado, são oito atacantes para escalar, quando não há lesionados ou suspensos. Hoje, apenas Luis Fabiano deverá ser titular. O resto tem de se contentar em ficar no banco, ou nem isso, casos de Eder Luis, Caio Monteiro e Manga, que sequer foram relacionados hoje.

— Depois do jogo contra o Vitória, prometemos que teríamos uma mudança de postura. A torcida pode confiar no nosso time — afirmou Jean.