Mais Acessadas

Medalhistas no Rio concorrem a melhor esportista de 2016

Confira quem são os melhores atletas do ano do Prêmio Brasil Olímpico 2016


Por: Extra Em 29 de março, 2017 - 08h08 - Mais esportes

 Foto: Jorge William / Jorge William

A concorrência será pesada mas não terá Neymar, campeão olímpico no Rio-2016 no encalço. O camisa 10 da seleção brasileira de futebol, destaque na sua modalidade, ficou fora da lista dos melhores atletas do ano do Prêmio Brasil Olímpico 2016, do Comitê Olímpico do Brasil, que será realizado hoje, às 20 horas, na Cidades das Artes, no Rio. Entre os homens, Isaquias Queiroz, que ganhou duas medalhas de prata e um bronze na canoagem olímpica, Serginho, líbero bicampeão olímpico, e Thiago Braz, ouro no salto com vara nos Jogos do Rio, são os concorrentes. Entre as mulheres, a briga será entre Martine Grael e Kahena Kunze, dupla medalhista de ouro na vela, Poliana Okimoto, bronze na maratona aquática, e Rafaela Silva, ouro no judô.

Isaquias pode ser bicampeão consecutivo já que na última edição foi o escolhido ao lado de Ana Marcela Cunha. Martine e Kahena, vencedoras em 2014, e Poliana, que ganhou em 2013, também podem acumular dois troféus. Se isso acontecer, ou a maratonista ou a dupla entrará na lista das maiores vencedoras que hoje conta com Maurren Maggi (1999 e 2008), Daniele Hipólito (2001 e 2002), Daiane dos Santos (2003 e 2004) e Fabiana Murer (2010 e 2011). César Cielo, com três prêmios (2008, 2009 e 2011), é o maior campeão entre os homens mas não deve comparecer à festa após fiasco em 2016.

Todos os concorrentes ao prêmio máximo da noite, que só será anunciado ao final da cerimônia, também ganharam como destaques em suas categorias. A festa entregará 47 troféus para cada um dos vencedores por modalidade, incluindo desportos do gelo e na neve. Assim, Martine Grael, novamente escolhida a melhor da vela, superou o pai, Torben Grael, por três prêmios a dois. Na história da cerimônia, 825 atletas foram agraciados por modalidades (446 homens e 379 mulheres).

A escolha dos melhores atletas em cada modalidade, assim como os dois atletas que receberão o Troféu Melhor Atleta do Ano, foi realizada por um júri formado por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte.

PÓDIO

O evento fará ainda homenagem especial às atletas do revezamento 4 x 100m, Lucimar de Moura, Rosemar Coelho, Thaíssa Presti e Rosângela Santos, que por determinação do Comitê Olímpico Internacional ficaram com a medalha de bronze de Pequim-2008. A Rússia, ouro na ocasião, foi desclassificada por causa do doping de Chermoshanskaya – a Bélgica foi promovida ao primeiro lugar, a Nigéria, ao segundo, e o Brasil, que tinha terminado em quarto, chega ao pódio para o bronze.

Assim, as brasileiras terão uma cerimônia de pódio e receberão as medalhas de bronze. As atletas, que estarão com vestidos longos por causa da festa, usarão agasalho completo e tênis para subir ao pódio e caracterizar o time brasileiro.

Também hoje será conhecido o Atleta da Torcida, cuja votação é feita pelo público, na internet. Além de Isaquias, Martine e Kahena, Poliana, Rafaela, Serginho e Thiago Braz, concorrem: Alison e Bruno Schmidt (vôlei de praia), Arthur Nory e Diego Hypólito (ambos ginástica artística) e Robson Conceição (boxe).