Mais Acessadas

Maniçoba do Círio pode sair até 30% mais cara este ano

Maniva e produtos derivados do porco tiveram reajustes acima da inflação de 9,50%


Por: Redação ORM News Em 30 de setembro, 2016 - 09h09 - Pará

Preparar a tradicional maniçoba para o almoço do Círio vai ficar 30% mais caro este ano em relação ao mesmo período ano passado, isso porque produtos como a maniva e derivados do porco sofreram reajustes, segundo uma pesquisa do Dieese-PA (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos) divulgada na manhã desta sexta-feira (30).  Os produtos ficaram acima da inflação de 9,50%, estimada para o últimos 12 meses. 

Foto: Ary Souza/O Liberal

De acordo com pesquisas realizadas em feiras, mercados e supermercados de Belém, mais de 15 mil maços de maniva são colocados todos os dias à venda na capital paraense, vindo de locais como Santo Antônio do Tauá, Acará, Mojú, Benevides, Santa Isabel, Castanhal e região das ilhas. Cada maço está custando mais de R$ 1 nesses locais. O quilo da maniva crua e da pré-cozida nas feiras tiveram reajuste de 5% em relação ao ano passado. A maniva crua está custando entre R$ 3 e R$ 4 o quilo, dependendo do local. Já a pré-cozida pode ser encontrada entre R$ 4 e R$ 6. Ainda segundo o Dieese, a diferença nos preços da maniva em feiras livres e supermercados pode alcançar até 30%.

A maniva encontrada nos supermercados, por exemplo, teve reajuste de até 20% em relação ao ano passado. Na maioria dos locais pesquisados os preços ficaram entre R$ 3,19 a R$ 4 o quilo. Os derivados do porco que também fazem parte da receita tiveram reajustes oscilando entre 10% e 15% também. A alta nos preços, segundo o órgão, também refletiu sobre os preços da maniçoba comercializada pronta, que chega a custar entre entre R$ 8 e R$ 13.