Mais Acessadas

Lava Jato: Helder Barbalho levou R$ 1,5 mi da Odebrecht

Ministro Edson Fachin mandou abrir inquérito contra nove ministros, 29 senadores e 42 deputados, entre outros investigados


Por: O Liberal Em 12 de abril, 2017 - 07h07 - Pará

Foto: J. Bosco

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de inquérito contra nove ministros do governo Temer, 29 senadores e 42 deputados federais, entre eles os presidentes da Câmara e do Senado. O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, recebeu R$ 1,5 milhão  do Departamento de Operações Estruturadas da Odebrecht em 2014, segundo a delação de executivos da Odebrecht, revelada ontem pelo site da revista "Veja". 

O ministro figura na lista do propinoduto da Odebrecht com o apelido Cavanhaque. De acordo com a Procuradoria, os repasses a Helder Barbalho foram feitos como "contrapartida a interesses do grupo Odebrecht no Estado do Pará, notadamente na área de saneamento básico, espaço em que a empresa almejava atuar como concessionária". 

Os valores, sustenta a Procuradoria com base nas delações dos executivos da Odebrecht, foram solicitados pelo próprio Helder Barbalho e também pelo senador Paulo Rocha, que também é alvo do pedido de investigação. O inquérito, registrado sob o número 4.449, foi autorizado pelo ministro Fachin a 4 de abril.