Mais Acessadas

Kipsang revela preocupação na São Silvestre

Edwin Kipsang, que foi agarrado enquanto disputava a tradicional prova de início de ano em Cuiabá, pede melhor segurança em prova de São Paulo


Por: Globoesporte.com Em 30 de dezembro, 2013 - 12h12 - Atletismo

Uma cena lamentável marcou a última edição da tradicional Corrida de Reis, em Cuiabá (Mato Grosso). O atleta queniano Edwin Kipsang Rotich rumava para a vitória quando subitamente foi agarrado por um homem que passou pelos cordões de isolamento e invadiu a área destinada aos corredores. 

Mesmo assustado com o ataque inesperado, Kipsang conseguiu se desvencilhar do homem, identificado como Wallace de Sousa Nogueira, e conseguiu vencer a prova. Mas o queniano de 24 anos não quer que a experiência traumática aconteça novamente, desta vez na São Silvestre, nesta terça-feira, nas ruas da capital paulista. 

- Eu espero que o que aconteceu não se repita. Eu espero que os policiais estejam mais atentos. Eu estou preocupado com a segurança, porque eu não sei o que pode acontecer. Eu fiquei muito irritado com o que aconteceu e tenho medo que possa acontecer novamente – disse Edwin, em encontro com a imprensa na tarde do último domingo. 

Foto: Globoesporte.com

O incidente com Kipsang lembra o episódio com Vanderlei Cordeiro de Lima na maratona das Olimpíadas de Atenas, em 2004. Mas o brasileiro não teve a mesma sorte do queniano. Enquanto liderava a prova, com chances de faturar uma inédita medalha de ouro, Vanderlei foi agarrado por um fanático religioso irlandês, o ex-sacerdote Cornelius Horan. 

Com ajuda de uma pessoa que assistia à corrida, o maratonista conseguiu se soltar e terminou em terceiro lugar, ganhando a medalha de bronze da prova. Depois, o corredor foi agraciado com a medalha Pierre de Coubertin, concedida a atletas que valorizam o esporte mais que do que a própria vitória, um dos prêmios mais nobres concedidos pelo COI (Comitê Olímpico Internacional).

A largada da prova masculina de elite está marcada para as 9h, na Avenida Paulista. Vinte minutos antes, saem as mulheres.

Foto: Globoesporte.com