Mais Acessadas

Kátia Corrêa: de candidata à apresentadora do 'RR'

Jornalista fala da participação, em 2003, representando o clube dos Médicos, e da trajetória no maior concurso de beleza e fantasia do Brasil


Por: Lidiane Sousa (ORM News) Em 17 de janeiro, 2015 - 14h02 - Rainhas

De candidata à apresentadora do maior concurso de beleza e fantasia do Brasil. Assim se resume a trajetória de Kátia Corrêa no Rainha das Rainhas. Desde sua participação no concurso, em 2003, representando o Clube dos Médicos, a jovem não largou as passarelas, representando o Pará e o Brasil em concursos nacionais e internacionais.

'No ano que participei, infelizmente não ganhei o título, mas a emoção de estar ali é inexplicável. Eu sempre fui competitiva, mas naquele momento meu interesse era subir no palco e ver a minha torcida, que naquele ano foi a maior, feliz. Então aquilo ali valeu muito para minha vida inteira. E depois da participação, as portas se abriram de uma forma que hoje estou envolvida diretamente, apresentando esse concurso que a cada ano fica ainda mais bonito', conta Kátia, que completa em 2015 sete anos anunciando as candidatas no grande dia do desfile.

Foto: Lidiane Sousa (ORM News)

O convite veio através do gerente de Marketing das ORM, Guarany Jr. 'Eu estava nos bastidores do evento e de repente fui em uma reunião e nas vésperas do evento veio o convite. Eu lembro quando assistia, que tinha aquela trilha de entrada, depois anunciavam... 'e para apresentar o Rainha das Rainhas, Ismaelino Pinto e Layse Santos!'. Então quando chegou a minha vez, eu cheguei no palco e ouvi essa mesma trilha e o anúncio: 'Ismaelino Pinto e Kátia Corrêa!'... gente... meu coração foi a mil. Foi muita emoção', relembra.

A relação com o concurso começou desde criança. Segundo Kátia, sua família sempre gostou de concursos de beleza, tanto que se reunia para assistir a todos, principalmente o Rainhas. 'Minha mãe, avó e tias sempre foram apaixonadas por concursos de miss e o Rainhas não poderia ficar de fora. Então eu cresci com essa tradição. E olhando aquilo ali eu sempre dizia que um dia eu iria estar lá', conta. E foi a participação em um concurso de beleza que impulsionou a sua entrada no Rainhas. 'Naquela época eu participei de um concurso escondido do meu pai. Ganhei e conheci um grande estilista do evento, que acabou me apresentado para os diretores do Clube dos Médicos. Depois de entrevistas com várias candidatas, me escolheram para representar o clube', lembra. 

Kátia, em 2009, esteando no Rainha das Rainhas ao lado de Ismaelino Pinto, depois em 2014, ao lado de Markiinho Pinheiro (Foto: Arquivo O Liberal)

Kátia lembra ainda a fantasia que usou. 'Eu era 'Agotime - A rainha Daomé', uma negra que fugiu da África com ouro no cabelo e foi parar no Maranhão. Tiveram que me caracterizar, me pintaram de negra, colocaram peruca.. .Fiquei irreconhecível (risos)', afirma.

A atual apresentadora do Rainhas já participou de outros concursos de beleza. Sua experiência no mundo das passarelas lhe permitiu ter contato com várias estruturas e com os bastidores de cada um deles. E de tudo o que participou procurou tirar grandes aprendizados. 'Quando participei dos concursos nacionais e internacionais, enquanto a maioria das meninas ia pra frente das câmeras querendo aparecer, eu era curiosa e sempre visitava os bastidores pra saber como tudo funcionava, a organização, como era feita a decoração. Hoje em dia, aplico isso na minha produtora de eventos', relata Kátia que é jornalista e administradora. 

Kátia como 'Agotime - A rainha Daomé' (Foto: Arquivo O Liberal)

Sobre a emoção de ter estado na passarela como candidata e apresentadora, Kátia é enfática. 'Diferente dos outros concursos que participei, no Brasil e fora do Brasil, o Rainhas tem um contexto único. É uma magia que não tem explicação, tem que sentir. É muito bem ver que toda essa trajetória valeu a pena. É a solidificação de uma carreira e uma realização pessoal', conclui.

Veja imagens da participação de Kátia Corrêa no Rainha das Rainhas: