Entretenimento

23 de janeiro, 2014 - 16h41 - Celebridades

Justin Bieber é liberado da prisão após ser detido

Ele acenou para os fãs na saída do local; fiança ficou em US$ 2,5 mil


Por: G1/SP

Saída de Bieber da prisão é registrada por fãs (Foto: Reprodução / Twitter)

Justin Bieber foi liberado da prisão após detido por dirigir bêbado. A emissora de TV dos EUA Fox mostrou os fãs cercando o automóvel em que o cantor deixou o local após comparecer diante de um juiz. Segundo a emissora CBS, ele acenou para os fãs, aparecendo em cima da SUV, na saída da prisão.

O juiz Joseph Farina confirmou o valor da fiança de US$ 2,5 mil para que o cantor seja liberado. A rede de TV dos EUA fez um registro ao vivo do caso. Clique para ver o vídeo da audiência de Justin Bieber.

O cantor apareceu sério e não demonstra reação ao saber do valor estipulado pelo juiz. Justin Bieber ainda deve responder a um processo sobre o caso e se apresentar outras vezes à Justiça. O artista teve representação do advogado Roy Black.

A polícia liberou uma "mugshot" do cantor Justin Bieber, 19 anos, no momento de sua prisão. Depois de aparecer sorrindo no primeiro registro, ele compareceu mais sóbrio diante do juiz.

Já a fiança do cantor de hip hop e R&B Khalil, que foi detido junto com o cantor, foi confirmada em US$ 1 mil.

Ele cheirava a álcool, tinha os olhos avermelhados e xingou um policial antes de ser detido nesta quinta-feira (23), em Miami, nos EUA, por falhar num teste de sobriedade e participar de um "racha".

Segundo o site de celebridades TMZ, que teve acesso ao relatório oficial, Bieber foi parado pela polícia às 4h09 da manhã do horário local. Ele dirigia um Lamborghini amarelo e disputava um "pega" contra uma Ferrari vermelha em Miami Beach. Os dois automóveis foram rebocados.

Segundo a emissora norte-americana CNN, Bieber afirmou ao policial que o abordou que, mais cedo, havia tomado cerveja, fumado maconha e usado remédio vendido apenas com prescrição médica.

Fãs registraram Bieber acenando a eles e a jornalistas ao sair da prisão (Foto: Reprodução / Twitter)O TMZ publicou um vídeo do momento da detenção de Justin Bieber. Clique aqui para assistir.

O site de celebridades diz que a polícia acredita que Bieber estava sob efeito de drogas e álcool. Segundo o relatório, ele enfrentou os policiais. "Por que vocês estão fazendo isso?", teria perguntado, aos gritos. "Que porra eu fiz? Por que me pararam?". Quando o policial tentou fazer uma revista de rotina, Bieber teria dito: "Não tenho porra de arma nenhuma, por que você me revistou? Qual a porra do motivo para isso?".

Ele alegou que não estava bêbado e que voltava de um estúdio de gravação, o que não seria verdade, já que, antes, tinha sido visto numa casa noturna.

Durante abordagem, o músico teria se recusado a tirar as mãos dos bolsos, apesar da ordem dos oficiais. As acusações seriam três, ao todo: direção sob influência de drogas ou álcool, resistência à prisão – mas sem violência – e direção com carteira de habilitação vencida.

O cantor está agora sob custódia no departamento de polícia e vai passar por testes para determinar o nível exato de álcool no sangue. Depois, deve seguir para a cadeia, onde haverá registro formal da ocorrência, abertura de um processo e definição do valor da fiança.

A reportagem informa ainda que o cantor havia saído de uma casa noturna antes do episódio que terminou com sua detenção. Ele estava num bairro residencial, dirigindo um automóvel e acompanhado de uma modelo. Fontes afirmaram que o motorista do veículo que disputava o "racha" com Bieber também foi detido.

Em seu perfil no Twitter, o Departamento de Polícia de Miami Beach informa que se trata do cantor de hip hop e R&B Khalil, que faz parte do elenco da conhecida gravadora Def Jam.

Polêmica em série

Recentemente, Justin Bieber tem se envolvido numa série de polêmicas. De acordo com a agência de notícias France Presse, na semana passada a polícia de Los Angeles encontrou drogas na casa do cantor durante uma batida. O chamado havia ocorrido depois de ovos terem sido jogados na residência de um vizinho, que o acusou de causar prejuízo de milhares de dólares. Além disso, na ocasião um amigo do artista foi preso.

No dia 24 de novembro do ano passado, o cantor e membros de sua equipe foram presos no no aeroporto de Brisbaine, na Austrália, durante operação da polícia em busca por drogas. Eles teriam encontrado maconha com um dos membros da equipe. Justin foi liberado após receber advertência por usar "linguagem inapropriada". Ele teria insultado uma agente da polícia.

Em junho, autoridades americanas já haviam encontrado uma pequena quantidade de maconha no ônibus de turnê do cantor, durante passagem pela fronteira do Canadá com os  Estados Unidos. Bieber não estava no ônibus quando aconteceu a inspeção. Durante uma segunda inspeção, um cachorro treinado pela polícia alertou as autoridades sobre a presença de drogas, e os agentes encontraram e confiscaram uma porção de maconha para uso pessoal.

A última passagem de Justin Bieber pelo Brasil também gerou controvérsia. Foi divulgado um vídeo no qual ele aparece dormindo. Segundo boatos, as imagens foram registradas por uma prostituta com quem passou uma noite no Rio. De acordo com o TMZ, que entrou em contato com integrantes da equipe que acompanhou o cantor em sua estada no Brasil, a jovem seria apenas uma das convidadas da festa que Bieber promoveu após seu show na casa que alugou na Zona Sul da cidade.

Ele ainda foi visto saindo de termas e casas noturnas e foi flagrado grafitando o muro do  antigo Hotel Nacional, em São Conrado. Na ocasião, seus seguranças brigaram com fotógrafos e fãs e, no dia em que deixou o país, foi autuado. Pouco antes, em São Paulo, ele tinha encerrado o show antes do previsto após ser atingido por um objeto lançado por um fã.


Anuncie Assinante Fale Conosco Expediente Cadastre-se