Mais Acessadas

Inquérito apura suposta fraude que prometia vagas na Seduc

A Secretaria prossegue no caso em conjunto com a Polícia Civil, levantando informações sobre mais envolvidos no delito.


Por: Redação ORM News com informações da assessoria Em 04 de março, 2017 - 14h02 - Educação

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) conseguiu interromper a fraude de documentos destinada a iludir cidadãos em Belém com promessa de ingresso no serviço público. Um servidor da secretaria identificado como responsável pela prática criminosa agora responde a inquérito policial na Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe) da Polícia Civil.

A ouvidoria da Seduc informou na ontem (3) que, em outubro de 2016, técnicos da secretaria receberam documentos como parte de processo de contratação de profissionais. Verificaram a existência de termo de posse e de contrato de vínculo temporário como servidor público, documentos que foram checados e indicaram a ação suspeita, porque os ritos necessários não haviam sido cumpridos. “Tratava-se de uma fraude documental. Conseguimos identificá-la e comunicamos o fato à polícia”, disse a ouvidora.

A Seduc prossegue no caso em conjunto com a Polícia Civil, levantando, inclusive, informações sobre mais envolvidos no delito. “Reforçamos aos cidadãos em geral que o ingresso no serviço público somente se dá por concurso público e processo seletivo, publicados no Diário Oficial do Estado”, concluiu a ouvidora.