Mais Acessadas

Policiais civis promovem grande ato pela paz em Belém

De acordo com Pablo Farah, diretor do Sindpol-PA, a iniciativa visa chamar atenção para alto índice de morte dos agentes de segurança pública


Por: Redação ORM News com informações de Enize Vidigal/O Liberal Em 19 de março, 2017 - 11h11 - Região Metropolitana

Atualizada às 13h30

De acordo com o levantamento do Sindicato dos Servidores Públicos da Polícia Civil do Pará (Sindpol-PA),  17 agentes de segurança pública foram mortos no Pará só em 2017. Os números são divididos entre: um policial civil, um guarda municipal, um agente prisional e 16 policiais militares. Os dados preocupam a categoria que, na manhã deste domingo (19), promoveu um ato pela paz na Praça da República, no bairro da Campina, em Belém. 

Foto: Tarso Sarraf/O Liberal

Dentre os representantes da Polícia Civil, também estiveram presentes integrantes da OAB, Associação dos Delegados Polícia do Pará (Adepol), União dos Escrivães do Estado do Pará (Unepol), Associação dos Papiloscopistas do Estado do Pará (Aspepa) e a ong Movida. 

'A gente quis chamar atenção para essa onda de violência em Belém. Por isso promovemos esse ato, que conta com a união de várias entidades para cobrar propostas para redução de violência e desses índices de homicídios', relatou  Pablo Farah, diretor do Sindpol-PA.