Mais Acessadas

Festival universitário de audiovisual abre 6ª edição hoje

FUSCA premia produção de estudantes em 11 categorias


Por: Redação ORM News com informações da assessoria Em 19 de dezembro, 2016 - 15h03 - Educação

Nesta segunda-feira (19), os amantes do audiovisual terão compromisso certo. A partir das 16h, no auditório da Estácio de Belém (antigo IESAM), inicia a amostra de vídeos da 6º edição do Festival Universitário de Criação Audiovisual (Fusca). A partir das 18h30, serão conhecidos os vencedores de 2016. Este ano, o festival, que é gratuito, está com um trabalho social, arrecadando, na entrada, brinquedos que serão doados a uma instituição de caridade. 

Foto: Divulgação

O Fusca surgiu em 2010 como uma iniciativa da Faculdade Estácio do Pará, com objetivo de revelar novos talentos, assim como estimular e divulgar projetos audiovisuais inéditos produzidos por universitários paraenses, criando uma forma de exibição e premiação da produção local.

De acordo com o professor Fabrício Mattos, festivais como este fortalecem o mercado do audiovisual, apresenta novos talentos: pessoas que estão começando agora, experimentando a linguagem, mas que já têm a possibilidade de mostrar seu potencial dentro de uma janela de circulação, como o festival. “A expectativa para esta edição é que o auditório fique lotado, não só pela premiação, mas da mostra que esse ano tem uma peculiaridade que é a apresentação das categorias mais concorridas deste ano: documentário e videoclipe”, explica Fabrício. 

O Festival, que já apresentou várias temáticas, desde ficção cientifica até terror, premiará: o Melhor Documentário, Melhor Vídeo Publicitário, Melhor Videoclipe, Melhor Vídeo-minuto, Melhor Curta de Ficção, Melhor Animação, Melhor Cartaz, Melhor Diretor, Melhor Roteiro e Melhor Produção. Além destes, haverá a premiação do Melhor Vídeo do Juri, que consiste na votação pela Comissão Avaliadora do Festival. 

Uma das novidades este ano é o envolvimento social do festival. “É importante lembrar que esse ano o Fusca tem um trabalho social, então convidamos o público participante a fazer uma doação de um brinquedo novo que será recolhido e entregue a uma instituição que a Estácio apoia, e a entrega será feita antes do Natal”, destaca o professor.