Erik Marmo estreia como repórter e fala dos Estados Unidos

Ele também dividirá o comando da atração com Fernanda Pontes a partir do próximo dia 8.


Por: Patrícia Kogut Em 01 de agosto, 2015 - 15h03 - Celebridades

TV Globo

Longe da televisão desde “Gabriela”, Erik Marmo está morando nos Estados Unidos e estreará como repórter. O ator entrará para a equipe do programa “Planeta Brasil”, da Globo Internacional. Ele também dividirá o comando da atração com Fernanda Pontes a partir do próximo dia 8.

- Esta chance de integrar o "Planeta Brasil" veio por acaso. A Natalia Bruscky, que era repórter da atração, estava saindo e me indicou. Gravei uma matéria teste, fui aprovado e me contrataram.

No programa, que está na grade da Globo nas Américas desde 2003, Erik vai mostrar histórias de brasileiros que vivem nos Estados Unidos e entrevistar artistas que visitam o país. Formado em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda, o ator comemora a nova oportunidade na carreira e afirma que algumas das matérias cursadas na faculdade têm ajudado na hora de editar as reportagens.

Erik está vivendo em Los Angeles com a mulher, Larissa Burnier, e os filhos, Daniel, de 6 anos, e Nathan, de 4, desde o início do ano passado. Ele diz que decidiu aproveitar o momento fora das novelas e dos palcos para estudar interpretação nos Estados Unidos. A relação com o país, aliás, vem de longa data.

- Meu pai sempre trabalhou em empresas de aviação, então, eu tinha muita facilidade para viajar. Entre uma novela e outra, quando eu podia, ficava um tempo nos Estados Unidos estudando. Comecei a me apaixonar por Los Angeles. Além disso, Larissa tem duas grandes amigas que moram na cidade, e as crianças já estudavam numa escola bilíngue no Brasil, o que tornou a adaptação mais fácil.

O ator conta que o filho mais velho, Daniel, já está falando inglês melhor que os pais.

- Ele fala com o sotaque americano e, muitas vezes, nos corrige. É muito bonitinho! - orgulha-se o ator, que mesmo com a rotina de gravações para o "Planeta Brasil" ajuda a mulher a cuidar das crianças. - Parte da trabalho, como a pré-edição dos vídeos, posso fazer de casa. Essa flexibilidade é boa porque me permite estar mais com a Larissa e com os meninos.