Mais Acessadas

Empresa realiza semana de ética em Barcarena, no Pará

Durante o evento, Alubar ançará o Código de Ética Institucional, que está entre as ações para se implantar o Programa de Integridade


Por: Redação ORM News, com informações da assessoria Em 17 de agosto, 2015 - 14h02 - Negócios

O decreto que regulamenta a Lei Anticorrupção (12.846/13), sancionado este ano pelo Governo Federal, prevê que o setor privado realize uma série de ações norteadas pelo Programa de Integridade. Após esse anúncio, diversas empresas começaram uma corrida para aderir à iniciativa.

No Pará, a Alubar, fabricante de vergalhões de liga e cabos elétricos de alumínio, sediada em Barcarena, sai na frente com a implementação do programa. Nesta terça-feira (18), a companhia realizará a Semana de Ética, com o tema “Porque a ética começa em mim”. No evento, será lançado o Código de Ética da Alubar, que lista os valores, princípios e relacionamento da empresa com os públicos interno e externo.

A empresa seguirá um passo a passo até consolidar o Programa de Integridade. Além do Código, será criado o Canal de Ética para que colaboradores tenham a liberdade de relatar possíveis posturas que violem a conduta estabelecida dentro do Código. Esse trabalho será conduzido por uma consultoria especializada, que preservará a identidade do colaborador e encaminhará as informações ao Comitê de Ética, responsável por avaliar as soluções para cada caso. 

“Queremos que o Conselho, diretoria, corpo gerencial e todos colaboradores estejam numa mesma sintonia para garantir que os princípios e as políticas do Programa sejam preservados. A ideia é fazer uma campanha educativa, com minioutdoors, e-mails marketing e treinamentos, para esclarecer dúvidas, chamar para reflexão e conscientização sobre o tema”, ressalta Igor Silva, representante da área de Controle Interno/Compliance da Alubar.

Este ano, uma pesquisa da ICTS, empresa de consultoria, auditoria e serviços em gestão de riscos, identificou que apenas 12% das companhias privadas no Brasil apresentam Programas de Integridade efetivos.

Igor Silva destaca que a iniciativa já é avaliada como um quesito importante para que empresas mantenham-se competitivas no mercado. “As companhias que estão largando na frente para implementar o programa já apresentam um diferencial competitivo em relação às demais porque é, cada vez mais, exigido nos contratos as boas práticas de governança. Com a implantação do programa na Alubar, queremos fazer a corrente do bem para o nosso mercado, incentivando os nossos parceiros de negócio a aderi-lo. Esse é o grande legado que podemos deixar”, frisa.