Mais Acessadas

Depósitos estão vendendo água em garrafão impróprio

Entre hoje (13) e amanhã (14) uma operação do Procon irá fiscalizar 20 estabelecimentos


Por: Redação ORM News Em 13 de março, 2017 - 11h34 - Belém

Foto: Procon

20 depósitos de venda de garrafões de água mineral, em Belém, estão sendo fiscalizados durante todo o dia de hoje (13) e amanhã (14) pela Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado do Pará (Procon-PA). Até o final da manhã desta segunda-feira, três estabelecimentos já foram autuados. Entre as irregularidades encontradas estão: produto somente com data de validade e sem a data de fabricação, por exemplo, 'válido por um período de seis meses' sem identificar quando foi fabricado; garrafões impróprios para o consumo com prazo de validade vencido; armazenamento irregular; entre outros.

De acordo com o coordenador de fiscalização do Procon, Rafael Braga, empresas com algumas desssas irregularidades estão comentendo infração ao desrespeitarem o direito de informação do comprador, estabelecido pelo código de defesa do consumidor. 

Foto: ProconAlém dos fatores já citados, questões de documentação como licenças de funcionamento e alvarás também estão sendo analisados. Rafael ainda ressaltou que "a partir do dia 9 de abril, todo o estabelecimento desse segmento que estiver revendendo água adicionada de sais no garrafão de 20 litros da cor azul serão interditados, o produto será apreendido e o depósito será notificado através do auto de infração", explicando, em seguida, que "a água adicionada de sais só poderá ser comercializada no garrafão vermelho de 15 litros".

As análises estão sendo realizadas após inúmeras investigações e denúncias que chegaram ao Procon de consumidores insatisfeitos com a água mineral que tem chegado em suas residências.