“Comi sem medo”, revela Michelly

Ex-bbb ganha oito quilos após férias, e agora quer secar


Em 16 de janeiro, 2016 - 01h30 - Gata do Dia

Ela continua sarada, mas sumiram alguns gominhos que ela ostentava no abdômen. Depois de curtir férias de fim de ano em Ilhabela, Michelly Crisfepe começou 2016 com oito quilos a mais e seu índice de gordura passou de 8 para 12%. “Comi demais. Feijoada, churrasco, sorvete... Toneladas de comida! Uma pessoa normal teria engordado 30 quilos, mas como tenho muita massa muscular, meu organismo queima mais rápido. Já estava com planos de competir e sabia que este ano seria mais difícil que os outros, então me afoguei na comida. Comi sem medo”.

De olho no WBFF (World Beauty Fitness & Fashion) -competição que já premiou musas como Bella Falconi e, mais recentemente, Jaque Khury-, a ex-participante do “BBB 11” quer secar e ganhar mais músculos até abril, quando acontece a primeira etapa do concurso, em Atlanta, nos EUA. “Vou ter que ficar com o admômen marcadinho”, diz. “Já seguia uma dieta regrada, mas quando tinha vontade de comer, comia. De vez em quando, me permitia. Com a competição, não vou poder, vou ter que me controlar mais. É uma preparação de atleta, um sacrifício, mas já estou acostumada”.

E para que tanto sacrifício? “Acho magnífico como nosso corpo reage. É outra sensação sentir aquela pele fina, os músculos... E também quero ter uma velhice com dignidade. O esporte traz fortalecimento, sinto que estou me preparando para o futuro. Tem gente que treina porque está na moda, mas sempre treinei pensando na velhice”.

A ex-BBB tem planos de se mudar para os EUA em 2019. “Provavelmente no início irei para Miami, porque parte da minha família já mora lá. Quero firmar meu nome como atleta nos Estados Unidos, onde o meio fitness é mais respeitado. Eles estão 50 anos na nossa frente, admiram este esporte. No Brasil ainda há preconceito, veem como algo fútil. Acho que terei mais chance de sucesso lá fora. Mas vou cumprir meus contratos aqui antes”.

Tudo isso acompanhada pelo marido, Carlos Tomaiolo, que não só é seu maior incentivador como é o preparador físico de Michelly. “Ficamos 24 horas juntos e eu adoro. Gosto de estar no controle o tempo todo, preciso disso para ficar tranquila. Sou bem ciumenta, prefiro ficar de olho no ‘cabra’ 24 horas por dia”.

Leia a matéria completa no Amazônia, já nas bancas.