Mais Acessadas

Clubes lançam outras duas candidatas

Remo e Clube de Engenharia entram na disputa do Rainha das Rainhas


Em 16 de janeiro, 2016 - 06h00 - Atualidades

 

Outras duas candidatas foram apresentadas, na noite da última quinta-feira, ao concurso Rainha das Rainhas do Carnaval, promoção das Organizações Romulo Maiorana (ORM). Daniele Souza Delgado, de 21 anos, será a representante do Clube de Engenharia e Gislanne Enara Monteiro Ferreira, de 20 anos, disputará o título como Rainha do Clube do Remo. Elas encheram a noite de beleza, na sede do Remo, na avenida Nazaré, ao serem apresentadas ao público como concorrentes, no ano em que o Rainha das Rainhas - que terá sua grande noite no dia 29 de janeiro, no Hangar - completa 70 anos de sucesso. 

A Rainha das Rainhas 2016 será premiada com um carro Fiat zero quilômetro, oferta da Mônaco Veículos. A 1ª princesa receberá uma passagem aérea com roteiro internacional e as 2ª, 3ª e 4ª princesas ganharão passagens aéreas com roteiro nacional, oferta de Valeverde Turismo. Na segunda-feira, dia 18, serão apresentadas as rainhas do COCB e do Caixaparah, na sede do COCB.

A apresentação das rainhas do Clube de Engenharia e do Clube do Remo foi comandada pelo colunista social Adenirson Lage e pela professora Clara Pinto, ambos da coordenação do concurso. A programação contou com a presença dos presidentes do Clube do Remo, Manoel Ribeiro, e do Clube de Engenharia, Gilmário Drago; da Rainha das Rainhas 2015, Dayane Dourado; e das rainhas da AABB, Thalita Aires; do CEPE, Loreta Carvalho; da Assubsar, Jéssica Medeiros Pinheiro; do Tênis Clube do Pará, Grace Raiol; e da Rainha 2015 do Clube de Engenharia, Natasha Farias. 

Engenharia

Com 1,63 metro de altura e 57 quilos, a Rainha do Clube de Engenharia, Daniele Delgado, que cursa o sétimo semestre de Direito, participa pela primeira vez de um concurso de beleza. Seu estilista é Zandro Gurjão e sua coreógrafa Cristina Lobato. “Em 2014, eu fui assistir ao Rainha, ao vivo, no Hangar. Antes, era só pela televisão. Foi amor à primeira vista. O meu pai é engenheiro e aí quando veio o convite do Zandro para eu ser candidata pelo Clube de Engenharia tudo se encaixou”, destacou Daniele, filha do engenheiro Nelson Delgado, que compareceu à apresentação da candidata, durante a qual o presidente do Clube de Engenharia, Gilmário Drago, disse que o Rainha das Rainhas projeta e integra os clubes sociais de Belém.

Para Daniele, o principal no concurso é ter força de vontade. “Não adianta ter uma fantasia esplêndida, ser uma mulher carismática, mas não ter força de vontade, determinação”, enumerou. Daniele tem agendadas duas horas de ensaio e mais uma hora e meia de musculação em academia, todos os dias, sob a orientação do estilista. A candidata disse que uma referência na sua preparação à grande noite do Rainha das Rainhas é Rafaela Lobato, Rainha do Bancrévea em 2015. Ela também revelou que adora viajar e conhecer lugares. “Eu vou com vontade para o concurso, em busca do título para o Clube de Engenharia”, afirmou.

Remista

A Rainha do Clube do Remo, Gislanne Ferreira, é natural de Castanhal, tem 1,65 metro de altura e 61 quilos. Seu estilista é Humberto Larusso e sua coreografia  está sendo elaborada por Victor Hugo e Eron Costa. “Eu tenho orgulho em representar o meu clube de coração, que é o Clube do Remo, uma das agremiações que mais ganharam títulos nesse concurso”, afirmou Gislanne, que participou do concurso Musa da Pelada 2015, promovido pelo Jornal Amazônia, das ORM. “O Clube do Remo se honra de participar, mais uma vez, do Rainha das Rainhas. Pelo tempo que o concurso é sucesso, ele tem o respaldo da sociedade paraense. Reúne moças muito bonitas e é muito bem organizado pelas ORM”, afirmou o presidente do Clube do Remo, Manoel Ribeiro. 

Para Gislanne, o Rainha das Rainhas chega aos 70 anos com todo o brilho a que tem direito. Por isso, ela considera uma responsabilidade ainda maior participar do concurso nesse momento. “Eu vou dar o meu melhor em busca desse título histórico”, afiançou. Ter desenvoltura ao se apresentar com a fantasia definida, carisma e dedicação são ações fundamentais para quem quer ser Rainha das Rainhas, na avaliação de Gislanne. A rainha azulina, que já atua como modelo profissional, malha por uma hora e ensaia por duas horas todos os dias. Ela conbatabiliza 16 faixas de títulos de beleza e tem sempre a companhia da mãe, Elisângela Monteiro.

Para ler a matéria completa, assine O Liberal Digital!