Mais Acessadas

Cesta básica tem reajuste acumulado de 8,52% em 12 meses

Produtos como a manteiga, a farinha de mandioca e a banana foram os grandes vilões deste período


Por: Redação ORM News Em 06 de fevereiro, 2017 - 14h02 - Economia

O reajuste acumulado no preço da cesta básica do paraense chegou a 8,52% nos últimos 12 meses, contra uma inflação de apenas 6,50% estimada para o mesmo período. Apesar dessa alta, no mês passado a alimentação básica do paraense teve um recuo de 1,50%, segundo uma pesquisa do Dieese-PA (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgada nesta seunda-feira (6). 

Foto:  Akira Onuma/ O Liberal

Nos últimos 12 meses, a maioria dos produtos que compõem a cesta básica apresentaram altas com destaque para a manteiga com reajuste de 47,80%, seguida da farinha de mandioca com reajuste de 31,12%; banana com alta de 23,06%; café com alta de 20,79%; leite com alta de 18,54%; arroz com alta de 14,94%; pão com alta de 13,65% e do óleo de soja com alta de 12,47%. O destaque positivo foi a queda observada no preço do Tomate com recuo de 22,63%. 

Já em janeiro deste ano, com um novo recuo nos preços, o Dieese observou a redução em alguns produtos como feijão com queda de 14,26%, seguido do café com queda de 3,51%; leite com queda de 1,75% e carne bovina com queda de 1,35%. Também no mesmo passado, alguns produtos mantiveram a alta nos preços, com destaque para o óleo de soja com reajuste de 7,61%, do arroz com reajuste de 4,53%; tomate com reajuste de 1,46% e a manteiga com alta de 1,15%. A pesquisa também mostrou que o paraense gasta R$ 406,40 do salário mínimo para comprar a cesta básica.