Mais Acessadas

Carros são reparados para grande procissão do Círio

Treze veículos, mais as berlindas usadas nas romarias, estão sendo preparados


Por: O Liberal Em 25 de setembro, 2017 - 15h03 - Círio

Fábio Costa

Os carros do Círio, alguns dos mais importantes símbolos da devoção a Nossa Senhora de Nazaré, já começaram a ser preparados para a grande procissão do dia 8 de outubro. Os serviços, executados desde segunda-feira, 28, na Estação dos Carros, abrangem 13 veículos, além da Berlinda utilizada no Círio e duas outras menores levadas nas procissões motorizadas. A tarefa encarada por quatro homens é coordenada por João Zito e monitorada pela Diretoria da Festa de Nazaré - o coordenador Roberto Souza e o diretor de Procissões, Antônio Sousa. Serão também revisadas as estruturas das estações do Círio.

Passam por reparos os carros Barca Nova, Carro dos Milagres 1, 2 ,3 e 4, Carro de Plácido, Carro da Santíssima Trindade, Cesto de Promessas, Carro Dom Fuas, Barca da Guarda, Barca com Velas, Barca Portuguesa e Barca com Remos. Os retoques ficam para as berlindas. Antônio Sousa informou que os serviços atingem o cambão (estrutura de ferro que dirige o carro), revisão do freio de mão, revisão da parte elétrica e mecânica da Berlinda, revisão da parte mecânica dos carros, ornamentação no Carro de Plácido e outros detalhes. “A nossa meta é estar com o serviço concluído até o final de setembro”, destacou. Há quatro anos na tarefa, o coordenador João Zito organiza o trabalho das 8 às 18h30, utilizando massa plástica, massa acrílica, pintura e selador, entre outros componentes. Predominam as cores ouro vila rica e azul marfim. “Aqui tem carro com mais de 20 anos e é muito difícil precisar o peso deles”, observou Antônio Sousa. Há dois anos os carros do Círio ficam em exposição na frente da Basílica Santuário no dia do transporte para os armazéns da Companhia Docas do Pará (CDP), no Boulevard Castilho França, realizado na quarta-feira que antecede o Círio. Cerca de 2 mil pessoas conduzem, à noite, os carros para a área de saída da procissão em homenagem à padroeira da Amazônia. Os carros reforçam o tema do Círio 2017: “Maria, Estrela da Evangelização”.

DONATIVOS

Começou ontem e segue até 3 de outubro a campanha de arrecadação de donativos que o Banco da Amazônia realiza desde 2014 para ajudar a Casa de Plácido e a Cruz Vermelha, que atende durante o ano todo romeiros que visitam a cidade de Belém, principalmente na época do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. As doações podem ser feitas nas agências da instituição em Belém e mais informações podem ser obtidas no endereço eletrônico www.bancoamazônia.com.br ou através dos telefones 4008-2809/3128.

Em 2016, foram arrecadados mais de 4 mil itens de primeiros socorros, mais de 3 mil itens de limpeza e higiene, além de 12 toneladas de alimentos. Este ano a meta é aumentar ainda mais a quantidade de doações. De acordo com o coordenador de endomarketing, Alex Santos, a instituição busca estimular o espírito do voluntariado, com ações que o banco desenvolve para atender a comunidade amazônica.

A Casa de Plácido é um espaço de acolhida para romeiros e devotos que vêm participar do Círio ou realizar visitas ao Santuário durante o ano. Um primeiro refúgio para promesseiros antes, durante e depois da festividade.