Mais Acessadas

CargoX capta R$ 35 milhões em rodada de investimentos

Conhecida como 'Uber dos caminhões', empresa usa frota ociosa de caminhões para baratear preço do frete


Por: Redação ORM News Em 29 de julho, 2016 - 17h05 - Negócios

A CargoX, empresa do ramo de transportes, anunciou a captação de R$ 35 milhões em uma segunda rodada de investimentos. O banco Goldman Sachs liderou a rodada, que contou com a permanência da participação do fundo de investimentos Valor Capital Group, LLC e dos investidores existentes, Oscar Salazar (Co-fundador do Uber), Hans Hickler (ex-CEO da DHL Express US), Agility Logistics e Lumia Capital.

A operação dá sequência à primeira rodada de investimentos, quando a empresa captou R$ 14 milhões. Ao todo, a CargoX conseguiu captar R$ 49 milhões. 

A empresa usa tecnologia e a ciência de dados para reduzir o custo de transportes ao usar a capacidade excedente de caminhões para oferecer fretes a seus clientes. Por conta da escassez significativa de opções ferroviárias e das poucas opções de transporte aéreo e marítimo no Brasil, a economia do país é altamente dependente dos caminhões, de modo que 65% da carga transportada no Brasil é levada por caminhões. 

Os caminhões brasileiros circulam vazios em 40% do tempo – como resultado, a quilometragem rodada sem carga, em um ano, seria suficiente para dar a volta ao mundo 300.000 vezes. Ao utilizar a capacidade excedente disponível nos caminhões, evitando, assim, que eles circulem vazios, a CargoX poderá reduzir as emissões de CO2 em até 15,6 milhões toneladas por ano, o equivalente às emissões de CO2 produzidas por 6,724.137 residências com quatro pessoas e um veículo, por ano.