Mais Acessadas

Cabral pode pegar mais de 44 anos de prisão

Esse é o cálculo que seus advogados fazem caso não consiga acordo de delação premiada com a justiça


Por: Notícias ao minuto Em 03 de abril, 2017 - 07h07 - Política

Em negociação com o Ministério Público Federal (MPF), o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) espera conseguir um acordo de delação premiada .

Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, os advogados de Cabral calculam que o ex-governador poderá pegar mais de 44 anos de prisão caso não vingue um acordo de delação premiada com a Justiça.

Preso desde novembro de 2016, Cabral teria se comprometido a falar sobre pelo menos 97 casos de corrupção e outros crimes no governo local, na Alerj, no Tribunal de Justiça, no Ministério Público e até mesmo no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O ex-governador é acusado de comandar uma organização criminosa responsável por desviar mais de R$ 300 milhões dos cofres públicos. Ele é suspeito de cometer crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, entre outros crimes.

Entre as empresas ligadas ao político no esquema de corrupção estão as empreiteiras: Odebrecht; Andrade Gutierrez e a Delta Engenharia.

O político teria exigido percentuais das empresas em troca de grandes obras no Estado do Rio, como a linha 4 do metrô e a reforma do Maracanã.