Mais Acessadas

Brasil se despede de casa com vitória sobre a Austrália

Agora, o Brasil enfrenta a Sérvia nos dias 12 e 14 desse mês, para depois viajar à Itália, onde enfrenta os donos da casa dias 19 e 21


Por: Lance!Net Em 07 de junho, 2015 - 12h12 - Vôlei

Brasil despachou a Austrália em São Bernardo do Campo (Foto: Divulgação/FIVB)

Um até breve com a marca da Seleção Brasileira masculina de vôlei: vitorioso. Neste domingo, a equipe conquistou sua quarta vitória na Liga Mundial, sobre a Austrália, em São Bernardo do Campo (SP) e manteve-se invicta na competição. Apesar de não utilizar a mesma escalação da partida anterior e rodar seu elenco, Rubinho (que substitui o suspenso Bernardinho) viu seu time sair de quadra vitorioso por 3 sets a 0, com parciais de 31-29, 25-19 e 25-19.

O destaque da partida foi Lucarelli, que ao lado de Wallace comandou o ataque da Seleção Brasileira. O levantador Rapha, apagado no primeiro set, passou a brilhar quando encontrou uma melhor sintonia com seus ponteiros e opostos. Do lado australiano, não faltaram erros em recepções, levantamentos e saques, o que gerou em diversos momentos a insatisfação do treinador italiano Roberto Santilli, especialmente com a arbitragem e os desafios solicitados e perdidos.

Ainda em início de temporada e rodando seu elenco, Seleção Brasileira despede-se de casa com vitória e, agora, enfrenta Sérvia, Itália e Austrália fora, para retornar ao Brasil em julho

Quem deu um show a parte, novamente, foi o público que esgotou as entradas do Ginásio Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP). Foram quase seis mil espectadores que apoiaram e empurraram a Seleção em todos os momentos.

Agora, o Brasil enfrenta a Sérvia nos dias 12 e 14 desse mês, para depois viajar à Itália, onde enfrenta os donos da casa dias 19 e 21. Por fim, fechando os confrontos fora de casa, duela com a Austrália, dias 27 e 28. Já a primeira fase brasileira será fechada contra os italianos, em Cuiabá, entre 2 e 3 de julho.

O jogo

1º SET

Com mudanças em seu sexteto titular, com as entradas de Wallace, Lucarelli, Rapha, Lucas Lóh, Lucão e Isac, o Brasil começou a partida melhor, assim como fez no primeiro duelo contra os australianos. Na primeira parada técnica, o placar mostrava 8 a 4 para a Seleção, após um belo ace de Lucão.

Na volta da parada, a Austrália conseguiu marcar apenas um ponto, enquanto o Brasil emendou outros três. Com o jogo na mão, os brasileiros ganhavam confiança a cada bola. Depois de um novo pedido de tempo australiano, os adversários diminuíram a desvantagem para 11 a 8, forçando uma nova parada, dessa vez, de Rubinho.

Apesar da boa partida do central Thomas Edgar, a Austrália passou a errar muitos saques, devolvendo o Brasil à partida. Na segunda parada técnica, o time da casa foi à frente no placar, com 16 a 13.

Após a Austrália empatar o jogo em 16 pontos, com um ace, o técnico brasileiro Rubinho mostrou um pouco da "escola Bernardinho" à beira da quadra, se irritando e gritando muito contra a arbitragem.

As equipes passaram a trocar pontos (e erros) e chegaram aos 24 pontos empatadas. Ainda sem o ritmo perfeito de jogo, o Brasil penou para fechar o set, mas conseguiu, em 31 a 29, em um belíssimo ponto de saque de Rapha, após mais de 35 minutos de partida.

2º SET

Logo de cara, a Austrália abriu 3 a 0 no marcador, mas viu o Brasil empatar após uma boa passagem de Isac no saque. Lucarelli, destaque do jogo até então, ajudou a não deixar os adversários escaparem tanto no placar, mas, mesmo assim, os australianos foram à frente na primeira parada técnica (8 a 7), marcada por muita reclamação dos brasileiros com a arbitragem.

Rapha passou a mostrar uma sintonia maior com Lucarelli e Wallace, sendo que o segundo passou a comandar a partida, com pontos de ataque, bloqueio e saque. Assim, o Brasil conseguiu retomar a liderança no placar, chegando a 14 a 11 e forçando um tempo australiano. Na parada técnica, a Seleção vencia por 16 a 12.

Com Rapha em um ritmo melhor, o Brasil começou a abrir distância no placar, e encaminhou a vitória tranquila na parcial, que foi consolidada por 25 a 19, em 28 minutos.

3º SET

O Brasil abriu o terceiro set da partida com vontade de despachar logo os adversários. Atacando de maneira consciente e forçando bem o saque, a Seleção alcançou a primeira parada técnica cedendo apenas dois pontos aos australianos (8 a 2).

Apesar de uma pequena melhor do time da Oceania na parcial, o Brasil ainda seguia mais forte na partida, e não demorou muito até voltar a abrir uma larga vantagem. No segundo tempo técnico, a Seleção Brasileira foi à frente por seis pontos (16 a 10).

Não demorou muito para os brasileiros despacharem de vez os australianos. O placar final do terceiro set mostrou 25 pontos ao Brasil e 19 à Austrália, que perdeu seu segundo duelo contra os donos da casa na Liga Mundial. Agora, a Seleção segue invicta para o trecho europeu da competição, antes de retornar ao país em julho.