Bicolores saem frustrados

DECEPÇÃO - Igual a 2014, quando empatou com o Macaé (3x3), torcida fica amargurada


Em 17 de maio, 2017 - 06h00 - Esporte

A torcida bicolor sofreu outra grande decepção, como aconteceu em 2014, quando o modesto Macaé-RJ calou mais de 30 mil pessoas ao conquistar o titulo da Série C ao empatar por 3 a 3, marcando a igualdade nos últimos minutos. Na noite de ontem, a mesma cena se repetiu, desta feita pela Copá Verde quando o Papão deixou escapar o bicampeonato ao empatar por 1 a 1 com o Luverdense, um time cuja folha salarial é de pouco mais de R$ 200 mil, como explicou o gerente de futebol, Maico Gaúcho. O resultado negativo do bicampeão paraense calou um publico superior a 28 mil pessoas, já preparadas para uma grade festa. Mas, saiu do Mangueirão aborrecidas por causa da inexpressividade do time alvi-azul, como desabafou o médico Aldemir Ferreira, 52, qualificando o Paysandu como “time ruim pra cachorro”. “Pra mim, o resultado foi justo. Achei que o Paysandu iria perder.” Por outro lado, Alberto Magalhães, também médico, 51 anos, enalteceu o time do Luverdense, considerando superior ao Paysandu. “É um time modesto, mas com classe e sabe jogar direitinho. Mereceu a conquista”, avaliou. 

Para ler a matéria completa, assine O Liberal Digital!