‘BBB17’: Jogo da discórdia acaba em discussão ao vivo

Houve mais um grande embate entre o ex-trio Emilly, Ilmar e Marcos


Por: Extra Em 04 de abril, 2017 - 07h07 - Big Brother

O Jogo da Discórdia manteve alta a temperatura do “BBB17”. Daniel, Rômulo, Pedro e Roberta participaram da edição ao vivo do programa, fizeram perguntas capciosas e fizeram o parquinho arder em chamas, com gosta de brincar Tiago Leifert. Houve mais um grande embate entre o ex-trio Emilly, Ilmar e Marcos.

Antes de a edição começar, foi feito um sorteio para saber qual ex-confinado perguntaria para determinado brother. A primeira pergunta foi de Daniel para Marcos: “Por que você acha que a Emilly não te deu o Anjo?”. O médico respondeu: “Acho que foi para não ser indicada para o Paredão”. Em réplica Daniel explicou: “Em momento algum, nós tivemos uma conversa e, naquele momento, sabia que o Luiz Felipe estava na mira e chamei ela pra conversar. Disse a ela que a minha opção seria o Marcos porque ele entenderia melhor e naquele momento falei que não queria influenciar na sua decisão, mas falei que a Roberta não estava na mira da casa”.

Em seguida, Roberta perguntou a Marinalva: “Como você sentiu na discussão de hoje com o Marcos?”. A paratleta aproveitou para se posicionar: “Me senti extremamente acuada. Como se pudesse levar um soco na cara”. Marcos retrucou na hora, dizendo que “jamais” faria isso.

A terceira questão foi feita por Pedro para Mamão: “Você disse que eu subestimei a Emilly no meu paredão. Será que agora você não a subestimou no seu?”. Ilmar, então, avaliou: “Eu não disse que ele subestimou a Emilly, mas os adversários. Eu não a subestimei. Ela me comprovou que era capaz de colocar os dois amigos no Paredão e chegar ao seu objetivo. Ela já se acha campeã do BBB. Quando pedi pra ela me colocar no Paredão, eu já sabia disso, que ela teria coragem de fazer isso. Foi uma forma de dizer que não tenho medo do Paredão. Me comprovou a tese de que ela é capaz de tudo para conquistar o que quer”.

 Foto: Reprodução

Incomodada, a gêmea quis se posicionar: “Uma pessoa que trai, que quase agride uma mulher e chama de verme. Isso não é irmão. E quando pediu desculpas, pediu desculpas aos vermes. Na semana passada, colocou o homem que eu amo contra mim. Ele quis separar o casal por ganância. Um traidor, uma pessoa falsa, grosseira e agressiva”.

O advogado teve o direito de se defender ao vivo: “Minha lealdade sempre foi ao Marcos. Eu falei para ela que eu não colocava ela no Paredão por causa do Marcos. A ela, eu estendi a mão e vou confiar nessa menina. Eu acredito que as pessoas são boas por natureza. Ela pra mim é uma pessoa corrompida. Ela não tem respeito por ninguém. Para ela as pessoas são descartáveis. Tenho minha consciência tranquila. Eu durmo o sono dos justos. A melhor atitude que eu fiz foi ter me afastado dela”.

O questionamento de Rômulo foi para Vivian: “Qual vai ser a sua postura na casa daqui para frente?”. Vivian respondeu: “Hoje para mim foi um divisor de águas. Estávamos tentando ter uma convivência melhor. Depois da briga de hoje fiquei bastante assustada, decepcionada. Não esperava que o Marcos fosse apontar o dedo na cara da Mama e da Marinalva. Acho que atinge todas as mulheres. Eu não passei a mão na cabeça do Mamão e fiquei calada quando soube que ele chamou Emilly de ‘verme’. Tive que me meter na frente da Mari e intervir muitas vezes na frente do Marcos”.

Na vez de Roberta perguntar a Ieda, o assunto foi de novo o casal. A youtuber quis saber o que ela acha do relacionamento dos dois? Emocionada, por causa das discussões, Mama tentou explicar: “Muitas vezes eu me sinto só pela diferença de idade. Claro que os jovens esperam ficar entre eles. Começou com uma conquista do Marcos. Existe um gostar só. Não é uma amor que vai adiante. Não estou falando pra você, já falei pra ele e pra ela”.

A última a ser questionada foi Emilly. Pedro quis saber qual o limite dela no relacionamento com o cirurgião? “O que eu sinto por ele é muito forte e verdadeiro. Tanto que eu me taxei de trouxa porque senti mais saudade dele do que qualquer outra coisa. O limite eu não sei o limite. Talvez se ele me traísse, me ofendesse. Ele teria que fazer uma coisa muito grave para eu deixar ele”, disse a gaúcha.

Pensão volta ao debate

No final da edição ao vivo, Marcos voltou a acusar Ilmar de não pagar a pensão alimentícia para o filho e, por isso, ter sido procurado pela polícia. Muito emocionado, o advogado mandou um recado para o filho.

“Às vezes a gente passa por dificuldade financeira. Quando eu me separei da minha mulher, uma das maiores coisas que eu fiz foi deixar os meus bens para o meu filho. E quero pedir pra Isa (ex-mulher): Me desculpa se em algum momento eu deixei faltar alguma coisa. Não foi porque eu quis. Eu tenho lealdade. Tenho ética. Quero dizer pra você, Igor (filho), se você não tiver orgulho de mim, quero que o povo me tire daqui. Não aguento injustiça”.