Mais Acessadas

Assaltantes matam homem a tiros no Curió Utinga

Vítima foi baleada antes de entregar os pertences. Criminosos fugiram sem levar nada.


Por: Redação ORM News com informações de O Liberal Em 24 de março, 2017 - 23h11 - Polícia

Enderson Paiva Lima, 33 anos, foi baleado na porta de casa na noite desta sexta-feira (24), no bairro do Curió Utinga, em Belém. A vítima foi socorrida por familiares, mas no caminho o veículo usado para transportar o homem apresentou problemas mecânicos. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu antes de receber atendimento médico. A família garante que Enderson trabalhava e não tinha qualquer envolvimento com crimes. 

O aspirante a oficial Frederico, do 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM), explica que a vítima estava na porta de casa com um cunhado, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram e anunciaram o assalto. Entretanto, antes da vítima entregar objetos pessoais ou esboçar reação, foi baleada. "A vítima estava bebendo na porta de casa com um cunhado, quando os homens deram voz de assalto e depois atiraram, sem mais nem menos", disse o militar.

Nada foi levado da vítima ou do cunhado, que não foi ferido. Os assassinos fugiram em seguida. Enderson foi colocado no banco de trás de um carro antigo. Entretanto, o veículo não conseguiu percorrer um caminho muito longo, e antes mesmo de chegar até a avenida João Paulo II, teve problemas. Antes de os familiares conseguirem reverter a falha mecânica, a vítima acabou não resistindo aos ferimentos e morreu dentro do carro.

No local, os familiares acompanharam o trabalho da polícia e estavam muito abalados com a morte. Para a polícia, eles destacaram que a vítima não tinha qualquer envolvimento com a criminalidade. "Os parentes garantem que ele era trabalhador. O homem de fato não possui nenhum antecedente criminal", afirma o aspirante a oficial.

Os peritos criminais do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPC) analisaram, preliminarmente, o corpo da vítima. No entanto, a cena do crime não era o local exato do baleado e o corpo já tinha sido modificado de local, descaraterizando detalhes importantes para os peritos.