Mais Acessadas

Após posse, Temer reúne com ministros

Ele pediu reação ao discurso dos partidários da ex-presidente, que acusam os senadores que voltaram a favor do impeachment de golpistas.


Por: Da Redação com informações do G1 Em 31 de agosto, 2016 - 18h06 - Política

Após a rápida cerimônia que marcou a efetivação de Michel Temer no cargo de presidente da República, ele promoveu a primeira reunião ministerial do governo após a aprovação do impeachment de Dilma Rousseff. Durante o encontro ele afirmou que a cobrança sobre o governo será mais intensa, e manteve o discurso de rejeição às acusações da ex-presidente de que o impeachment foi um golpe. "Golpista é você, que está contra a Constituição", afirmou. "Não vamos levar desaforo para casa".

CHINA

Na noite desta quarta-feira, o presidente Temer embarca para a China, onde participa da reunião do G20. Entre os objetivos da visita ao oriente está o estreitamento das relações com investidores, visando futuros acordos bilaterais. Temer pediu que os ministros divulguem que ele irá para a Ásia "para revelar aos olhos do mundo que temos estabilidade política e segurança jurídica."

Segundo ele, a viagem será o primeiro momento para anunciar "novidade brasileira" aos outros países e começar a trazer investimento estrangeiro para o Brasil. Ele afirmou que terá uma reunião bilateral com o presidente da China no dia 2 de setembro e já foi convidado para reuniões com outros chefes de Estado durante o tempo em que ficará no país.