Mais Acessadas

Após posse, Michel Temer embarca para a China

De olho nos investidores, presidente participa de reunião do G20


Por: Redação ORM News Em 31 de agosto, 2016 - 17h05 - Política

Após a rápida cerimônia que marcou a efetivação de Michel Temer no cargo de presidente da República, ele prepara as malas e embarca ainda hoje para a China, onde participa da reunião do G20. Entre os objetivos da visita ao oriente está o estreitamento das relações com investidores, visando futuros acordos bilaterais.    

Dilma

Sem mandato, Dilma Rousseff perde a remuneração mensal bruta de R$ 30.934, além do cartão alimentação e plano de saúde da Presidência da República. A petista também perde o direito de moradia em residências oficiais, uma vez que o Palácio da Alvorada e Granja do Torto estarão a disposição do presidente Michel Temer. A última viagem de Dilma utilizando a aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) terá Porto Alegre como destino – o que deve ocorrer no próximo final de semana. Já na capital gaúcha, a petista não mais poderá utilizar o transporte presidencial. 

Assim como ocorre com os ex-presidentes José Sarney, Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso e Lula, Rousseff terá direito a dois veículos oficiais com motoristas pagos pela Presidência da República. A petista também contará com seis servidores públicos – quatro seguranças e dois assessores pessoais -, além dos dois motoristas. Os pertences pessoais da ex-presidente serão levados do Alvorada à Porto Alegre em no máximo 30 dias, com translado pago pela Presidência da República. Embora tenha sido criada uma aposentadoria a ex-presidentes em 1969, este direito foi revogado em 1988, com a promulgação da atual Constituição Federal.