Mais Acessadas

Alunos devem se recadastrar no SisFies a partir de amanhã

Período começa a partir de amanhã (16) em todo o Brasil


Por: Portal ORM News Em 15 de janeiro, 2017 - 12h12 - Educação

O Sistema do Fundo de Financiamento Infantil (SisFies) começará a operar a partir de amanhã (16) para que os alunos renovem seus contratos e prossigam sem nenhum problema na faculdade. Esse aditamento é feito pela instituição, e, em seguida, os alunos validam todas as informações pela ferramenta. Ano passado, algumas pessoas tiveram dificuldade e algumas dúvidas em relação a como se matricular. Este foi o caso do estudante de Educação Física, Vitor Tavares, que realizou o aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas contratuais e precisa levar a documentação comprobatória ao agente financeiro para finalizar a renovação.

"Foi uma correria para fazer essa atualização, porque alguns documentos demandam tempo para conseguir. A melhor forma de não haver problemas é o aluno começar a tirar as dúvidas na própria faculdade e depois iniciar o aditamento com calma, sem pressa", afirma o aluno.  

Já nos aditamentos simplificados, a renovação é concluída pelo estudante no próprio sistema. “Uma das vantagens da antecipação do cronograma é a maior agilidade para os estudantes validarem as informações fornecidas pelas instituições e assim evitarem o transtorno registrado nos últimos aditamentos, pois o procedimento pode ser realizado no momento em que estiver renovando a matrícula na instituição de ensino”, afirma o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento à Educação (FNDE), Silvio Pinheiro.

BOA NOTÍCIA

Mesmo com todos os problemas enfrentados em 2016, o Fies encerrou o ano com saldo positivo. Quase a totalidade dos estudantes, ou seja, 98% com contratos sendo utilizados, conseguiram renovar seus dados. Além disso, houve a aprovação de crédito de R$ 702 milhões possibilitando o fechamento de contrato com as instituições financeiras, e a criação de 75 mil novas vagas.

O presidente do FNDE, Silvio Pinheiro, disse que o "orçamento para o ano de 2017 já está garantido, com destinação de crédito ao Fies de R$ 21 bilhões, o que vai permitir a continuidade dos financiamentos, a manutenção dos contratos com os agentes financeiros e a abertura de novas vagas.