Mais Acessadas

Acusado de matar cabo da PM é preso no Curuçambá

Uma testemunha ocular confirmou que o homem estava envolvido no latrocínio que vitimou o cabo Adson


Por: Redação ORM News Em 05 de abril, 2017 - 22h10 - Polícia

Anilson Passos Pinheiro é acusado de matar o cabo Adson. (Foto: Ascom / Polícia Militar)

Um homem suspeito de envolvimento na morte do cabo Adson foi preso hoje (05), no bairro do Curuçambá, em Belém. 

Por volta das 14h15, duas guarnições da Polícia Militar, comandadas pelo sargento Miranda, se reuniram após receber uma denúncia anônima, informando a possível localização de dois homens que estariam envolvidos no latrocínio que vitimou o cabo Adson, na manhã de ontem (04). O crime aconteceu no bairro do Distrito Industrial, em Ananindeua, resultando na morte do militar e no roubo de sua motocicleta.

Ao receber a denúncia, as viaturas se deslocaram até o endereço dos suspeitos, no conjunto Cristo Rei, em uma rua de mesmo nome, bairro do Curuçambá, também em Ananindeua.

Após a prisão de dois suspeitos, ambos foram levados até a Divisão de Homicídios da Polícia Civil, onde aguardavam o reconhecimento de um morador da região que presenciou o crime. A testemunha ocular confirmou que Anilson Passos Pinheiro, de 23 anos, é, sem qualquer dúvida, um dos homens que teriam participado do assalto que terminou com a morte do cabo Adson. No momento da prisão, Anilson estava usando uma tornozeleira de monitoramento eletrônico, que apresentava sinais de violação.

Anilson também teve envolvimento com o homicídio de José Augusto Santos Medeiros, um escrivão da Polícia Civil, em dezembro de 2015, em outro roubo seguido de morte, no bairro do Parque Verde. Na época, o criminoso tinha apenas 19 anos. Ele foi absolvido da autoria do homicídio.

A motocicleta roubada do cabo Adson já foi encontrada pela polícia, abandonada em um terreno pelos criminosos. Anilson foi preso em flagrante pelo delegado Jivago Ferreira, da Divisão de Homicídios, que confirmou a vasta ficha criminal do homem.