Mais Acessadas

Cinco presos morrem ao tentar fugir de unidade prisional

Os presidiários iniciaram uma rebelião logo após uma interrupção de energia elétrica no local


Por: Redação ORM News Em 31 de março, 2017 - 10h10 - Polícia

Cinco presos morreram e outros dois ficaram feridos após um confronto entre detentos e policiais na madrugada desta sexta-feira (31), no Presídio Estadual Metropolitano I (PEM I), situado no KM 14 na BR 316, em Marituba.

Familiares aguardam por notícias (Foto: Victor Furtado)

Tudo começou por volta das 2h da manhã quando uma interrupção de energia elétrica foi detectada no local. Logo em seguida, policiais que fazem a proteção externa da unidade prisional observaram cerca de 10 a 15 homens na parte de fora do complexo, ao mesmo tempo em que uma média de 20 presos conseguiram sair do bloco carcerário e avançaram em direção à muralha. 

Os policiais reagiram ao processo de rebelião que estava sendo gerado e houve troca de tiros. O grupo foi detido pelos policiais que, durante o confronto, acabaram atingindo cinco detentos que não resistiram aos ferimentos e morreram no local, além de outros dois que ficaram com ferimentos em menor gravidade e foram encaminhados para atendimento médico. 

Instituto Médico Legal chega ao presídio pela manhã (Foto: Victor Furtado)

Em nota, a Susipe relatou o caso: 'A Superintendência do Sistema penitenciário do Estado do Pará (Susipe) confirma uma tentativa de resgate na madrugada desta sexta-feira, 31, no Presídio Estadual Metropolitano I (PEM I). Por volta das duas horas da manhã de hoje (31) houve a interrupção de energia elétrica, na área do completo penitenciário de Marituba. Suspeita-se que o interrompimento tenha sido provocado pelo grupo de criminosos que tentou efetuar o resgate. Logo após a interrupção, policiais militares do Batalhão de Policiamento Penitenciária (BPOP), responsável pela guarda externa das unidades prisionais, identificaram cerca de 10 a 15 homens na área externa ao presidio ao mesmo tempo em que um grupo de cerca de 20 presos que conseguiram sair do bloco carcerário avançaram em direção a muralha.  Houve troca de tiros e o grupo foi contido pelos policiais. Sete presos foram atingidos. Cinco vieram a óbito e dois ficaram feridos em menor gravidade e encaminhados para atendimento médico. Os presos envolvidos serão autuados em flagrante pela Policia Civil. A Polícia Militar segue com reforço da tropa do Comando de Missões Especiais realizando revista minuciosa e a contagem de presos na unidade'.

Neste momento, a Susipe está realizando uma coletiva de imprensa para esclarecer os fatos.