Mais Acessadas

Primeira campeã dos Jogos é índia Gavião


Por: Redao Online Em 16 de agosto, 2005 - 20h08 - Amazônia

O segundo dia de competições na arena dos II Jogos Tradicionais Indígenas do Pará, em Altamira - sudoeste do paraense, mostrou toda a força e velocidade dos indígenas. Nesta terça-feira (16), aconteceram as eliminatórias em cabo de guerra e as séries que definiram a final e a campeã dos 100 metros feminino no atletismo.

Pela segunda vez, o título dos 100 metros ficou com Cláudia, da tribo Gavião. Depois da vitória, os companheiros carregaram a vencedora pela arena A guerreira foi muito aplaudida pela platéia, que mais uma vez lotou as arquibancadas.

A vitória da Gavião fechou a programação esportiva do dia, que começou com uma apresentação da tribo Assurini do Xingu, que cantou para abençoar a tarde. Logo depois, os Gavião repetiram a demonstração de arco e flecha.

Começaram então as disputas do conhecido cabo de guerra. Primeiro, os homens mostraram força. Em seguida foi a vez das mulheres entrarem na arena. Com o sol, que não deu trégua, e o esforço dispensado durante a disputa, muitas índias passaram mal e foram atendidas  por equipes do Corpo de Bombeiros e Exército.

Para encerrar a programação geral desta terça, os cantores de Altamira, Elisa Correa e Jonhy Lopes apresentaram uma canção que homenageava Altamira e os Jogos Indígenas. A parte cultural, com danças, foi divida entre os índios da tribo Munduruku, que cantaram na forma característica da tribo, e um grupo de carimbó.

A expectativa agora fica voltada para as semi finais e as finais do torneio de futebol, masculino e feminino. No masculino, as quatro tribos que disputam o título são: Guarani, Gavião, Xikrin e Kayapó. Pelo feminino, as semifinais contarão com as etnias Juruna, Gavião, Xipaya e Aikewara. Também nesta quarta-feira (17) acontece as disputas nos esportes tradicionais.

A segunda edição dos Jogos Indígenas acontece até  a próxima sexta-feira.