Mais Acessadas

MDA e Biopalma entregam bibliotecas para comunidades rurais

Por meio do Programa Arca das Letras, crianças e adultos ganham livros e acesso à informação


Em 28 de maio, 2013 - 09h09 - Negócios

As comunidades rurais dos municípios de Acará, Concórdia do Pará, Tomé-Açu e Moju, no nordeste paraense, vão ganhar 15 bibliotecas por meio do Programa Arca das Letras, desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em parceria com a Biopalma, uma empresa controlada pelo Vale. As cerimônias de entrega das arcas e a capacitação de moradores da comunidade para atuarem como agentes de leitura acontecem nesta terça-feira (28), em Tomé-Açu, e na quarta-feira (29), em Moju.

O Programa beneficia diariamente milhares de famílias do campo, formadas por agricultores, assentados da reforma agrária, comunidades de pescadores, remanescentes de quilombos, indígenas e populações ribeirinhas. Os livros são armazenados em móveis-bibliotecas, no formato de uma arca feita de madeira. O acervo inicial de cada arca conta com cerca de 200 livros com exemplares de literatura infantil e romance para jovens e adultos, além de livros didáticos, técnicos e especializados.

As bibliotecas são instaladas na casa dos agentes de leitura ou em locais de uso coletivo, como associações comunitárias e igrejas. Os agentes de leitura, escolhidos pela comunidade, são os responsáveis pelo funcionamento das bibliotecas, pelas atividades de incentivo à leitura e pela ampliação dos acervos. Serão capacitados 30 agentes de leitura nas comunidades de Acará, Concórdia do Pará, Tomé-Açu e Moju.

'O que nós pretendemos é levar o hábito da leitura para todas as pessoas que vivem em locais distantes, até como uma atividade lúdica, ampliando os horizontes e levando novos conhecimentos para crianças, jovens, adultos, incluindo os idosos. A parceria com a Biopalma está nos ajudando a levar desenvolvimento e cidadania para o meio rural, em comunidades que ainda não tinham sido contempladas com as arcas', explica o delegado federal do MDA no Pará, Paulo Cunha.

O Programa Arca da Letras foi criado em 2003 para facilitar o acesso ao livro e à informação no meio rural brasileiro. No Pará, o Programa já implantou 389 bibliotecas em comunidades rurais, abrangendo 93 municípios e beneficiando mais de 76 mil famílias. Cerca de 90 mil livros já foram distribuídos e 741 agentes de leitura foram capacitados. Em janeiro, o MDA e a Biopalma entregaram seis bibliotecas no município de Concórdia do Pará e 12 agentes de leitura foram capacitados.

Biopalma - A Biopalma é uma empresa controlada pela Vale e é responsável pela produção e extração de óleo de palma. A empresa possui quatro polos agrícolas na região do Vale do Acará e Baixo Tocantins, no nordeste do Pará, contemplando oito municípios: Moju, Acará, Tomé-Açu, Concórdia do Pará, Abaetetuba, Igarapé-Miri, Bujaru e São Domingos do Capim.
 
O plantio de palma é uma das apostas da Vale para suprir a demanda de biodiesel com a utilização de B20 (20% de biodiesel e 80% de diesel comum) na frota de locomotivas, máquinas e equipamentos de mina da empresa no Brasil.