Mais Acessadas

Fábrica marca presença com estande diferenciado na IX FIPA

Feira da Indústria fica aberta a visitação até sábado (25)


Em 23 de maio, 2013 - 10h10 - Negócios

As comemorações pelo Dia da Indústria, no próximo dia 25, começaram ontem (22), na XI Feira da Indústria do Pará (FIPA), no Centro de Convenções da Amazônia (Hangar). A Alumínio Brasileiro S.A (Albras) marcará presença no estande da acionista Hydro. Segundo a Associação Brasileira do Alumínio (Abal), em 2012 foram consumidas 1.428 mil toneladas de produtos de alumínio.

A abertura - O primeiro estande a ser visitado foi o da Hydro. Na abertura do evento, o vice-governador do Estado, Helenilson Pontes, ressaltou que 'será feita uma nova Lei de Incentivos Fiscais para atração de investimentos e que o momento de timidez acabou'.

'A Albras está no Pará há quase 30 anos e tem um papel fundamental no Pará, tanto no desenvolvimento de novas tecnologias, quanto no desenvolvimento de novos empregos e na mão de obra profissional e altamente qualificada e para nós é muito importante está participando desse evento, junto com o grupo Hydro, representando toda a cadeia de produção do alumínio', disse o diretor presidente da Albras, Alberto Fabrini. 'A FIPA tornou-se tradicional e mostra o que as indústrias do Pará têm de importância para o estado e a Albras está presente mostrando sua contribuição para a região', complementou Elena Brito, gerente de Relações Externas e Comunicação Empresarial da Albras.

Para a bombeira Christiane Paiva, o estande acrescentou conhecimento. 'Achei muito interessante a questão do ecossistema e a tecnologia andarem juntas', disse. Para Daniel Moraes, o conceito do estande é muito importante para a população paraense. 'Aqui nós entendemos como funciona a produção do nosso alumínio e a conscientização que devemos investir e valorizar nossas riquezas naturais', disse.

Estande - De forma dinâmica e educativa, quem visita o estande conhece o conceito do alumínio infinito, com a passagem pelo 'sustentoduto', um túnel imitando o transporte da bauxita, de Paragominas até Barcarena, apresentado produtos tecnológicos criados com o alumínio e o processo de produção do metal.  Outro destaque do estande é o display para fotos, onde o público pode fotografar como se estivesse dentro de uma latinha de alumínio.

Segundo o Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral), o segmento mineral contribui com cerca de 89% para a economia do estado, sendo um dos maiores geradores de emprego no Pará, com um saldo de 255 mil empregos diretos e indiretos. O Secretário Especial de Produção do Estado, Sidney Rosa, destacou que o trabalho realizado pela Hydro, Hydro Alunorte e Albras é de fundamental importância para a economia do Pará.

Considerada uma das maiores vitrines de negócios da indústria paraense, a FIPA mobilizou diversos empresários, expositores, estudantes e outros, que aproveitaram para conhecer o local e se informar. São esperados 35 mil visitantes. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), só a indústria transformadora de metalurgia gera um lucro de 20% na economia do Estado.