Mais Acessadas

Ministério Público apura descarte de livros didáticos em Tartarugalzinho

livros seriam destinados a escolas estaduais e municipais do Amap


Em 01 de março, 2013 - 17h05 - Amazônia


O Ministério Público determinou a instauração de inquérito para apurar o descarte de centenas de livros didáticos em uma propriedade localizada no Município de Tartarugalzinho.

Os livros foram encontrados por moradores, que acionaram a Polícia Militar, levando alguns exemplares ao Promotor de Justiça em exercício na Comarca de Ferreira Gomes, Horácio Coutinho.

Segundo o Promotor, tais livros seriam destinados a escolas estaduais e municipais de Tartarugalzinho, Pracuúba, Amapá, Calçoene e Ferreira Gomes, e estavam jogados a céu aberto, deteriorando-se. Também apurou que eles seriam novos, destinados ao ano letivo de 2013, e classificou o abandono dos livros como “revoltante”.

O fato foi comunicado à Promotoria de Justiça da Cidadania, Incapazes, Deficientes, Direitos Constitucionais e Resíduos, Defesa da Saúde e da Educação de Macapá, a qual determinou à Secretaria de Estado da Educação (SEED) a imediata instauração de sindicância para apurar o descarte dos livros, bem como a instauração de inquérito policial.

Fonte: Ministério Público do Amapá